menu
Partilhar

Homo sapiens e neandertais: diferenças

 
Por Juliana Ribeiro. 29 junho 2022
Homo sapiens e neandertais: diferenças

A raça humana, como conhecemos hoje, é o resultado da evolução ao longo de milhares de anos. De fato, o homo sapiens coincidiu no tempo com outros hominídeos, como o homo erectus e o hábilis, mas com quem viveu mais tempo foi o neandertal. Portanto, se você está se perguntando se os neandertais e os sapiens viveram juntos, a resposta é sim. Extinta há centenas de milhares de anos, foi a última espécie antes de deixar o homo sapiens como único habitante da Terra. Por outro lado, o neandertal foi a outra espécie humana mais inteligente que seus predecessores. Convivendo há anos com o homo sapiens, é importante estabelecer as principais diferenças entre os dois, tanto nas características físicas quanto no comportamento. Mas as duas espécies compartilhavam também semelhanças.

Para conhecer homo sapiens e neandertais: diferenças, bem como as semelhanças entre as duas espécies, no umCOMO recomendamos que você continue lendo este artigo.

Também lhe pode interessar: Qual é a diferença entre Estado e nação

A anatomia do tórax

Uma das principais diferenças físicas entre os neandertais e os homo sapiens é detectada no tórax. Os neandertais precisavam de uma quantidade muito maior de ar para respirar devido à sua massa física, bem maior que a dos sapiens. Como precisavam de mais oxigênio para sobreviver, as características dos neandertais mostravam que seu tórax era mais amplo e largo para poder inalar uma quantidade maior deste elemento em cada sopro de ar.

Homo sapiens e neandertais: diferenças - A anatomia do tórax

A forma do cérebro

O cérebro dos sapiens de hoje tem duas grandes diferenças em relação ao dos neandertais. Este tem duas áreas cerebrais mais desenvolvidas em comparação com outros hominídeos. O que você acha dessa diferença entre neandertal e sapiens?

A primeira área mais desenvolvida do cérebro é a parte dorsal e posterior do lobo parietal superior. A segunda encontra-se no lobo parietal inferior, mais especificamente na zona intermediária do sulco intraparietal. São duas áreas relacionadas às habilidades visuoespaciais, ou seja, aquelas que permitem a gestão do tempo e do espaço, a imaginação visual, as relações sociais e até a criação de ferramentas.

Esses são aspectos que definem o homo sapiens como a espécie humana mais desenvolvida. Nos lobos parietais superiores, existe um elemento chamado precuneus, que é o mais ativo para a integração do corpo e da visão. Por sua vez, o sulco intraparietal está envolvido na coordenação dos olhos e mãos. Comparando essas regiões cerebrais dos sapiens com as dos neandertais, elas são significativamente maiores.

Esse desenvolvimento superior do cérebro permite que os sapiens sejam considerados especialistas em funções do corpo, cérebro e visão em relação a outros hominídeos, como os neandertais.

Homo sapiens e neandertais: diferenças - A forma do cérebro

A dieta e alimentação

Os humanos modernos (sapiens) têm limitações na conversão de proteínas em energia. Em contraste, os neandertais tinham um torso em forma de sino devido à sua adaptação a uma dieta rica em proteínas. Esta se baseava em carne de espécies animais de grande porte e carboidratos de origem vegetal. Durante os invernos glaciais, os carboidratos eram mais difíceis de encontrar, então, cerca de 75-85% das calorias ingeridas vinham de gordura animal. Com esta dieta, os neandertais tiveram uma evolução que os permitiu converter a proteína em energia de forma mais eficiente em comparação com os sapiens.

Dietas ricas em proteínas criaram a necessidade de um fígado aumentado nos neandertais e um sistema urinário de estrutura inferior maior devido às necessidades metabólicas de expelir toxinas, como a ureia. O metabolismo desenvolvido dos neandertais aumentou sua capacidade renal e influenciou a expansão de outros órgãos, como os rins. Evolutivamente, permitiu engrossar a pélvis e a parte inferior do tronco.

A formação de grupos sociais

Os grupos sociais formados pelos neandertais eram menores do que os criados pelos sapiens. A cultura gráfica e os enfeites eram mínimos ou ausentes em comparação com o homem moderno. Eles também não tinham armas de propulsão, como flechas ou arcos. Os neandertais precisavam usar os dentes e a boca muito mais do que os sapiens para manipular ferramentas. Devido a isso, pode-se concluir que a representação das mãos foi menor em seus esquemas cerebrais. Portanto, as diferenças culturais entre neandertais e sapiens eram óbvias.

Semelhanças entre neandertais e sapiens

A coexistência no espaço e no tempo de neandertais e sapiens ajuda a encontrar semelhanças entre as duas espécies, mas estudos recentes forneceram clareza na hora de detectar semelhanças:

  • Uma delas é o fluxo genético entre os dois hominídeos. A hibridização entre neandertais e sapiens foi possível, permitindo que o DNA passasse de um para o outro. Esses fluxos genéticos nos permitem compreender a evolução do ser humano. Graças a isso, pode-se afirmar que os neandertais estão evolutivamente mais próximos do homo sapiens do que os denisovanos, ao contrário do que se acreditou por muitos anos.
  • Os neandertais europeus também desenvolveram ações e comportamentos muito semelhantes aos sapiens. Estratégias econômicas, tecnológicas e simbólicas de grande complexidade, como a criação de arte rupestre em cavernas, foram compartilhadas entre as duas espécies.

Além disso, se você gosta de conhecer diferentes tradições e culturas e também quer saber Quais são os principais deuses egípcios, não perca este artigo do umCOMO. Outro artigo que recomendamos é este que mostra Os principais deuses nórdicos. Aprenda sobre cultura geral no nosso site.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Homo sapiens e neandertais: diferenças, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Homo sapiens e neandertais: diferenças
1 de 3
Homo sapiens e neandertais: diferenças

Voltar ao topo da página