Tipos de nuvens e suas características


Tipos de nuvens e suas características

Para saber quais são os tipos de nuvens e as suas características devemos estar atentos à forma, altura, cor e formação das nuvens para saber que tipo de nuvem é. A formação de distintos tipos de nuvens depende da velocidade da corrente de ar ascendente. Podem-se classificar as nuvens de formação baixa, média, alta e de formação vertical. Continue lendo este artigo de umComo.com.br e saiba quais são os tipos de nuvens e as suas características.

  • Classificação das nuvens


    Classificação das nuvens

    As nuvens classificam-se em cumuliformes (cúmulos) e estratiformes (estratos). As nuvens de tipo cumuliformes originam-se em fortes correntes de ar ascendente. A superfície da sua base é plana e a parte superior toma a forma característica semelhante ao de uma bola de algodão. Os estratos ou nuvens estratiformes formam-se quando a corrente de ar ascendente é muito fraca. Estendem-se de forma uniforme ao longo do céu, sem adotar uma forma definida.

  • Tipos de nuvens segundo a sua forma


    Se conhecermos a forma das massas de nuvens, o seu tamanho e a camada atmosférica onde estão localizadas, podemos ter uma ideia do tipo de precipitação que se irá produzir, assim como também a sua intensidade.

  • Nuvens baixas


    Nuvens baixas

    Nimbostratos: Têm o aspeto de uma camada regular de cor cinza escuro com diversos graus de opacidade. Com certa frequência é possível observar um aspeto ligeiramente com pregas que corresponde aos diversos graus de opacidade e variações da cor cinza. São nuvens típicas da chuva de primavera e verão e de neve durante o inverno.

    Estratocúmulos: Apresentam ondulações amplas parecidas a cilindros alongados, podendo apresentar-se como bancos grandes. Estas nuvens apresentam zonas com diferentes intensidades de cinza. Os estratocúmulos raramente trazem chuva, à excepção de quando se transformam em Nimbostratos.

    Estratos: Têm a aparência de um banco de névoa cinza sem que se possa observar uma estrutura definida ou regular. Apresentam manchas de diferente grau de opacidade e variações de coloração cinzenta. Durante o outono e inverno os estratos podem permanecer no céu durante todo o dia dando um aspeto triste ao céu. Durante a primavera e princípios do verão aparecem durante a madrugada dispersando-se durante o dia, o que indica bom tempo.

  • Nuvens médias


    Nuvens médias

    ALTOCUMULOS. Abreviatura: AC. Descrição: Manto nublado de grande extensão horizontal, composto por nuvens individualizadas de pouco desenvolvimento vertical, que podem cobrir o céu na sua totalidade, embora se observem buracos por onde se verá o céu ou o Sol ou a Lua. As nuvens que formam esta camada costumam ser cinzentas, embora às vezes alternem com uma bor esbranquiçada e estão separadas umas das outras, mas dispostas com regularidade, como uma "parede emparedada". A maioria dos elementos pequenos que formam o altocumulos têm uma largura aparente compreendida entre 1 e 5º. Recebem o nome popular de "carneirinhos". Podem produzir iridescência e sobretudo uma "coroa solar ou lunar", fato que nos ajuda a diferenciá-lo dos estratocumulos. Altura da formação: a sua base costuma encontrar-se a uns 3.000 metros de altura, embora possa oscilar entre os 2.000 e os 6.000 metros. Constituição: São constituídas por gotas de água, embora a muito baixas temperaturas possam ter no meio cristais de gelo. Situação meteorológica: Não produzem precipitações, mas costumam indicar uma clara mudança de tempo, indicando a chegada de uma perturbação, se forem aumentando ou aparecerem junto com altostratos.

    ALTOSTRATOS. Abreviatura: AS. Descrição: Manto uniforme, de grande extensão horizontal e com um certo desenvolvimento vertical, de cor cinza ou azulado, de aspeto fibroso, pode cobrir por completo o céu e apresenta às vezes partes suficientemente finas para deixar ver o Sol ou a Lua, pelo menos vagamente, como através de um vidro desbotado. Não apresenta auréolas, o que a diferencia de uma cirroestratos. O característico da altrostratos é a uniformidade da sua superfície inferior dando a sensação de uma imensa toalha estendida pelo horizonte. Raramente apresenta buracos, embora aparente sempre diferenças de espessura, quando não cobre o céu por completo, normalmente termina por um lado com bordas rectas aparadas, por debaixo da qual se podem encontrar algumas nuvens pequenas, quase sempre cúmulos. Altura de formação: A sua base encontra-se entre os 3 e 4 quilômetros de altura, chegando inclusive até aos 7.000 metros. A sua espessura pode ser, inclusive, de vários quilômetros. Constituição: Devido a terem um certo desenvolvimento vertical, são constituídas por várias zonas, a parte baixa é formada por gotas de água, a zona média tem também gotas de água, mas já acompanhadas de cristais de gelo e copos de neve, enquanto que a parte mais alta é composta por cristais de gelo. Situação meteorológica: Produzem precipitações, em forma de água ou neve, normalmente contínuas, mas não muito intensas.

    NIMBOSTRATOS. Abreviatura: NS. Descrição: São as nuvens de mais chuva por excelência, sendo uma camada contínua de grande desenvolvimento horizontal e de moderado crescimento vertical, de cor cinza com aspeto coberto, podem ocupar o céu todo e ocultam completamente o sol. Costumam cobrir por inteiro o céu, pelo que dão um aspeto triste e sombrio, carecem de contornos e relevos, as chuvas ou chuva são iminentes, e tanto num caso como no outro a superfície inferior da nuvem está tão mal definida que pode dizer-se que não existe. Este tipo de nuvem está ligado às altostratos, diferenciado-se delas devido à sua maior espessura e porque a sua base costuma descer, o que lhe dá um aspeto mais ameaçador. É a mais grossa das nuvens estratificadas, estendendo-se na realidade desde a base das nuvens baixas até acima das médias. Além disso, quando cobrem o céu por completo, não podendo existir simultaneamente nenhum outro gênero de nuvens médias, enquanto que quase sempre coexistem com algumas nuvens baixas. Altura de formação: A formação da sua base produz-se em alturas muito diversas, pelo que se podem considerar tanto uma nuvem baixa, como uma nuvem média. A sua espessura é maior que no caso da altostratos e pode chegar aos 4 quilômetros. O processo de formação da nimbostratos é pelo declínio e engrossamento de um véu nubloso mais elevado, geralmente uma altostratos, embora às vezes não seja possível observar, por se ter desenvolvido este fenômeno por detrás de uma camada nublosa mais baixa, por exemp

  • Nuvens altas


    Cirrus (Ci): Nuvens separadas em forma de filamentos brancos e delicados, ou de bancos, ou de faixas estreitas, brancas na sua maioria. Estas nuvens têm um aspeto delicado, sedoso ou fibroso e brilhante. As cirrus da parte superior da atmosfera revelam a presença de umidade e podem indicar a chegada de uma forte tempestade ou de calor. Altura máxima: 10 - 11 Km.

    Cirrocumulus (Cc): Banco, manto ou camada fina de nuvens brancas, sem sombras próprias, compostas por elementos muito pequenos em forma de glóbulos, de ondas, etc, unidos ou não, e dispostos mais ou menos regularmente; a maioria dos elementos têm um diâmetro aparente inferior a um grau. São sinais de correntes de jato e turbulência. Estas nuvens indicam instabilidade atmosférica e podem ser o indício da aproximação de uma tempestade. Altura máxima: 9 - 10 Km.

    Cirrostratus (Cs): Véu nubloso transparente, fino e esbranquiçado, de aspeto fibroso (como cabelo) ou liso, que cobre o céu totalmente ou parcialmente, deixando passar a luz do sol e da lua. Não precipitam e geralmente produzem fenômenos de halo (solar ou lunar). No entanto, a sua presença costuma indicar a chegada de uma tempestade ou de calor. Altura máxima: 9 - 11 Km.

    Altostratus (As): Manto ou camada nublosa cinza ou azulada, com um aspeto em pregas, fibroso ou uniforme, que cobre total ou parcialmente o céu e apresenta partes suficientemente finas para deixar ver o sol, pelo menos vagamente, como através de um vidro desbotado. São compostas por gotas super frias e cristais de gelo; não formam halos e às vezes estas nuvens produzem granizo ou chuvisco, embora no geral estejam a tal altitude que as suas precipitações se evaporam antes da chegada ao solo. Altura máxima: 8 - 9 Km.

    Altocumulus (Ac): Banco, ou manto ou camada de nuvens brancas ou cinzas, ou por sua vez brancas e cinzas, que têm, geralmente sombras próprias, em forma de tufos de algodão, compostas por azulejos, pedras, rolos, etc, de aspeto, às vezes, parcialmente fibroso ou difuso, aglomerados ou não. Formal o popular "céu empedrado". Embora não sejam necessariamente indício de precipitações iminentes, estas nuvens indicam instabilidade atmosférica e possível granizo ou chuvisco. Altura máxima: 7 - 9 Km.

  • Nuvens de desenvolvimento vertical


    Cumulos: Apresentam um grande tamanho com aspeto massivo e de sombras muito marcadas quando se encontram entre o Sol e o observador, ou seja, são nuvens cinzas. Apresentam uma base horizontal e na parte superior protuberâncias verticais de grande tamanho que se deformam continuamente, apresentando um aspeto semelhante ao de uma couve-flor de grande tamanho. Os Cumulos correspondem ao bom tempo quando há pouca umidade ambiental e pouco movimento vertical do ar. No caso de existir uma alta umidade e fortes correntes ascendentes, os Cumulos podem adquirir um grande tamanho chegando a originar tempestades e aguaceiros intensos.

    Cumulonimbos: De grande tamanho e aparência massiva com um desenvolvimento vertical bastante marcado que dá à impressão de falésias montanhosas e cujo topo pode ter a forma de um fungo de grandes dimensões; e que apresenta uma estrutura lisa ou ligeiramente fibrosa onde se observam diferentes intensidades da cor cinza ou azulado. Estas nuvens podem ter na sua parte superior cristais de gelo de grande tamanho. Os Cumulonimbos são as nuvens típicas das tempestades intensas podendo chegar a produzir granizo.

  • Se deseja ler mais artigos parecidos a tipos de nuvens e suas características, recomendamos que entre na nossa categoria de Educação ciências.

Comente, dê a sua opinião, pergunte sobre tipos de nuvens e suas características: