Partilhar

Palavras difíceis para impressionar

 
Por Yasmin Fonseca. 7 abril 2020
Palavras difíceis para impressionar

Existem diversas formas de se impressionar alguém, podemos fazer uso da beleza, da humildade e até mesmo usar truques como o charme, mas nada impressiona mais do que a inteligência. A inteligência pode ter diversas acepções e uma das formas de nos mostrarmos sagazes e sensatos é por meio das palavras, o que envolve ideais bem elaboradas e também termos específicos que fazem com que soemos mais convincentes e certeiros do que estamos dizendo. A língua portuguesa é muito rica e possui diversas palavras e expressões que podem ser utilizadas para expressar mesmas ideias, por isso, uma boa carta na manga na hora de impressionar alguém é utilizar palavras difíceis que nos farão passar a imagem de inteligência e de grande conhecimento.

Quer saber como fazer isso e quais palavras utilizar? Neste artigo do umCOMO fizemos uma lista palavras difíceis para impressionar e seus significados.

Também lhe pode interessar: Palavras que rimam com feliz

Palavras difíceis para impressionar

Para impressionar alguém, veja abaixo algumas palavras bonitas que poderão fazer toda a diferença no seu discurso, seja escrito ou falado:

  1. Alienado: que não reflete sobre a própria realidade, aceitando uma concepção de verdade alheia e rasa.
  2. Âmago: parte mais íntima e profunda de um indivíduo.
  3. Âmbito: campo de atuação; área.
  4. Análogo: que é semelhante a algo.
  5. Anuência: aprovação para realização de algo.
  6. Contundente: que não pode ser contestado.
  7. Corolário: condição que ocorre a partir de outra.
  8. Complacente: que satisfaz vontades alheias em detrimento às próprias.
  9. Concepção: ação de gerar ou ser gerado;
  10. Condescendente: que cede às vontades de outros.
  11. Condolência: pêsames oferecidos a alguém que sofre.
  12. Cônjuge: pessoa com quem se tem relação amorosa análoga a um casamento.
  13. Contemporâneo: que faz ou fez parte da mesma época que.
  14. Corroborar: confirmar uma verdade por meio de provas.
  15. Deferido: despacho favorável; aprovação.
  16. Detrimento: prejuízo material ou moral.
  17. Diligência: rapidez e eficácia em fazer algo.
  18. Discrepância: desigualdade entre elementos quando comparados.
  19. Dissimulado: que mente ou oculta suas intenções.
  20. Efêmero: passageiro.
  21. Equidade: imparcialidade; igualdade.
  22. Eminente: que se destaca pela superioridade.
  23. Empatia: capacidade de colocar-se no lugar do outro.
  24. Exceto: com a exclusão de.
  25. Genuíno: verdadeiro; original.
  26. Hegemonia: supremacia dentro de um domínio.
  27. Idílico: pastoril, bucólico.
  28. Idôneo: que serve a um propósito referido.
  29. Iminente: que pode acontecer num futuro próximo.
  30. Implícito: que é expresso de forma pouco clara.
  31. Imprescindível: que não pode ser dispensado; indispensável.
  32. Incipiente: que está localizado no início.
  33. Inconveniente: que não se adéqua ao contexto no qual se encontra.
  34. Índole: características que constituem o caráter.
  35. Indulgente: que perdoa com facilidade.
  36. Inerente: que não pode ser desvinculado de algo ou alguém.
  37. Inócuo: que não provoca danos; inofensivo.
  38. Intempérie: mau tempo; situação desfavorável.
  39. Paradigma: exemplo a ser seguido.
  40. Parcimônia: agir de forma calma e paciente.
  41. Peculiar: que é característico de; próprio.
  42. Perspectiva: ponto de vista a partir do qual algo ou alguém é visto.
  43. Perspicaz: qualidade daquele que tem grande capacidade perceptiva.
  44. Prerrogativa: vantagens que alguns têm por fazerem parte de um grupo específico; privilégio.
  45. Prescindir: não precisar de; dispensar.
  46. Presunçoso: que tem opinião exageradamente positiva sobre si.
  47. Prolixo: que utiliza palavras em excesso para se expressar.
  48. Prudente: que age com precaução, sensatez.
  49. Ratificar: confirmar; validar.
  50. Recíproco: que ocorre por parte de ambos lados.
  51. Remanescente: aquilo que sobra.
  52. Resiliência: capacidade de se adaptar, mudar de forma, de acordo com a situação.
  53. Retificar: tornar reto. alinhar.
  54. Sagaz: perspicaz; ágil no raciocínio.
  55. Sublime: elevado; que vai além do humano.
  56. Supérfluo: desnecessário; dispensável.
  57. Sucinto: o que é dito de forma breve, em poucas palavras.
  58. Vicissitude: sequência de episódios que se sucedem.
  59. Vereda: caminho estreito e secundário.
  60. Viés: caminho; atributo de uma linha de raciocínio.

O português é uma língua um tanto completa e cheia de regras, o que pode fazer com que mesmo nativos se confundam e que tenham dúvidas na hora de redigir um texto. Se você estiver precisando de ajuda no estudo da língua, veja como decorar regras de gramática e supere suas dificuldades.

Como impressionar com palavras

Agora que você já sabe palavras difíceis de falar e impressionar, é hora de aprender também alguns truques de utilização, fazendo com que o emprego dos termos escolhidos seja otimizado.

  • Certifique-se da definição da palavra: utilizar palavras difíceis pode ser uma boa forma de impressionar alguém em quem temos interesse ou então um entrevistador durante um processo seletivo para emprego. Independente de qual for o contexto no qual desejamos empregar as palavras, precisamos nos certificar de que estamos utilizando-as da forma correta. Existem alguns termos como "literalmente", entre outros, que são comumente empregados de forma errada e acabam dando uma conotação completamente diferente do intencionado para a frase.
  • Procure sinônimos: se você sabe o que quer dizer e procura uma forma de impressionar utilizando termos menos comuns, procure um dicionário de sinônimos físico ou online, tomando também o cuidado de procurar o significado do termo encontrado afim de se certificar de que realmente se trata de algo apropriado e que não alterará o sentido de sua frase.
  • Evite exageros: é como dizem, até água em excesso faz mal. Quando queremos "falar difícil", um cuidado extremamente importante que devemos ter é o de evitar exageros pois, caso contrário, corremos o risco de não conseguirmos fazer com que a língua cumpra sua função comunicativa. Em situações do tipo, será possível que a outra pessoa não seja capaz de nos entender, ou então que passemos a imagem oposta da desejada, já que poderá ser presumido que nosso esforço em utilizar palavras difíceis seja uma tentativa de fugir do que realmente importa, ou seja, o significado do que estamos dizendo.
  • Equilibre forma a conteúdo: é necessário que prezemos por um equilíbrio entre forma e conteúdo, de maneira que nossas ideias e palavras utilizadas para expressá-las estejam de acordo com o contexto. Existem situações nas quais vale a pena que façamos um esforço a mais para utilizarmos termos raros para lapidar nosso discurso, entretanto, em situações mais informais, apenas passaremos a impressão de sermos pedantes, o que deve ser evitado.

Um probleminha muito comum que encontramos na língua portuguesa é o uso do "porque" e de suas variantes. Se você tem dúvidas quanto ao uso dessa conjunção e precisa refrescar a memória, veja a diferença entre por que, por quê, porque e porquê.

Palavras difíceis para impressionar - Como impressionar com palavras

Se pretende ler mais artigos parecidos a Palavras difíceis para impressionar, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Escrever comentário sobre Palavras difíceis para impressionar

O que lhe pareceu o artigo?

Palavras difíceis para impressionar
1 de 2
Palavras difíceis para impressionar

Voltar ao topo da página