Partilhar

Como escrever um soneto

Como escrever um soneto

O soneto é uma forma poética amplamente usada durante séculos, desde suas origens medievais na Itália. Foi usada por grandes poetas e escritores universais, como Dante, Cervantes, Shakespeare, Quevedo, Góngora, Baudelaire, Camões e muitos outros, e ainda hoje continua vigente. Neste artigo damos a você algumas pautas básicas sobre como escrever um soneto. O resto, como sempre, depende de sua própria criatividade.

Também lhe pode interessar: Como escrever um ensaio comparativo
Passos a seguir:
1

Armação.

A construção clássica do soneto é formada por dois quartetos e dois tercetos, isto é, duas estrofes de quatro versos e depois outras duas de três versos. Os versos devem ser hendecassílabos, isto é, de onze sílabas, mas também existe a variante do soneto alexandrino, com versos de quatorze sílabas. Você pode ver aqui Como medir versos.

2

O conceito.

Geralmente, um soneto costuma expressar uma ideia completa, seguindo uma estrutura de introdução, desenvolvimento e conclusão. Não existem normas fixas neste sentido, mas normalmente o primeiro quarteto apresenta o assunto e o segundo amplifica o mesmo, enquanto o primeiro terceto reflete sobre a ideia central dos quartetos, e o terceto final, mais emotivo, acaba com alguma reflexão, moral ou ideia profunda.

3

Rima.

A forma de encadear as rimas não possui também umas normas que devam ser cumpridas de qualquer forma, mas a tradição acabou impondo alguns usos clássicos. Sendo assim, uma estrutura de soneto típica pode ter uma rima fixa nos quartetos (ABBA; ABBA) e variantes mais livres nos tercetos (CDE:CDE; CDE:DCE; CDC:DCD).

4

Variantes.

O soneto duplo inclui um verso heptassílabo após cada verso ímpar dos quartetos, e outro depois do segundo de cada terceto, portanto o soneto tem 20 versos: 14 hendecassílabos e 6 heptassílabos. Cada verso heptassílabo rima com o anterior.

O soneto com estrambote, por sua vez, inclui um verso ou conjunto de versos após os 14 da estrutura clássica. Também existem outras modalidades como o soneto inglês ou o soneto com eco.

5

"Um soneto manda-me fazer Violante".

Este soneto satírico de Lope de Vega, precisamente sobre a construção de um soneto por encomenda, costuma ser um exemplo típico para estudantes de literatura que enfrentam o estudo dos sonetos pela primeira vez. Poderá ver os versos hendecassílabos e a estrutura típica (ABBA; ABBA; CDC; DCD).

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como escrever um soneto, recomendamos que entre na nossa categoria de Educação e Formação universitária.

Escrever comentário sobre Como escrever um soneto

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Elias
sobre a regra de que verso do soneto tem que ter a ultima " nona" silaba tônica.... ?
e todos os versos tem que ser na mesma quantidades de silabas.?

Como escrever um soneto
Como escrever um soneto

Voltar ao topo da página