menu
Partilhar

O que é um eremita

 
Por Marina Corrêa, Editora. 3 junho 2022
O que é um eremita

Provavelmente você já ouviu alguém dizer que uma pessoa era um eremita, mas se você não procurou saber o que isso significa, pode ser que você tenha ficado sem entender. Mas não se preocupe, porque se te bateu a vontade de descobrir agora, lendo este artigo do umCOMO você vai descobrir o que é um eremita.

Aqui você vai entender como surgiu o termo, como é a vida de um eremita e o que ele faz, além de saber que eremita e ermitão são a mesma coisa. Continue lendo para tirar todas as suas dúvidas!

Também lhe pode interessar: O que é a burca

O que é um eremita

Alguma vez na sua vida passou na sua cabeça que você queria encontrar uma casinha no meio do nada e mudar-se para lá? Se a resposta foi sim, você poderia entender como é a vida de um eremita. Mas, claro, que para designar-se um eremita ou ermitão verdadeiro existem critérios.

Os eremitas são pessoas que decidem viver sua vida sozinhos, sem contato social, e isso pode ser por motivos religiosos ou não, é por isso que existe o termo eremita e eremita do mundo moderno e você vai entender a diferença logo adiante.

Mas o que significa eremita? O vocábulo eremita deriva do latim eremīta que por sua vez, deriva do grego ἐρημίτης, que significa "do deserto". Em poucas palavras, os eremitas ou ermitões são pessoas que optam por passar as suas vidas isolados.

Eremitas na história

Na antiga Grécia os erimitas viviam em um lugar denominadao Eschatiai que significa confins (lugar remoto) ou às margens da polis, isto é, da cidade. No caso do Egito, os eremitas se isolavam no deserto. Mais tarde, os ermitões também viviam em outros espaços naturais como as montanhas da Síria ou do centro da Itália.

Como é a vida de um eremita

Como mencionamos existem razões religiosas para que uma pessoa se torne um eremita. No cristianismo a razão é alcançar uma relação com Deus que se considera ideal ou perfeita. Os valores seguidos são:

  • Ascesticismo: práticas condicionadas pela doutrina ascese, que requer disciplina e autocontrole estritos do corpo e do espírito;
  • Penitência;
  • Afastamento do mundo urbano;
  • Silêncio;
  • Oração;
  • Trabalho;
  • Itinerância.

Acredita-se que o eremitismo nesta religião nasceu no final do século III, início do século IV, quando os chamados Padres do Deserto abandonaram as cidades do Império Romano para viver em isolamento no rigorosos desertos da Síria e do Egito.

Porém, o cristianismo não é a única religião na qual se pratica o eremitismo. No hinduismo, budismo, sufismo e taoísmo também se realiza a prática.

Eremitismo do mundo moderno

Como bem mencionamos no início deste artigo, existem aquelas pessoas que têm vontade de encontrar uma casinha no meio do nada para viver longe dos moldes atuais da sociedade. A estas pessoas se chamam eremitas do mundo moderno.

Neste caso, não se apresenta uma fuga geográfica, como para um deserto, mas, sim, um isolamento e uma diferenciação do estilo de vida que espera-se na sociedade atual.

Eremita x misantropo

É possível que algumas pessoas confundam eremitismo com misantropia. Porém, são duas coisas bastante diferentes. O eremita se afasta da sociedade por escolha pessoal ou motivos religiosos. Já o misantropo é a pessoa que se afasta da sociedade por não gostar de pessoas.

De acordo com a página Psicologia-Online, a pessoa que sofre de misantropia tem uma aversão pela sociedade, que se manifesta na busca da solidão e na rejeição mal-humorada de toda forma de sociedade. O termo misantropo deriva do grego mīsanthrōpos, misos significa ódio e anthropos, homem.[1]

Se você se identifica com esta condição ou conhece alguém que poderia se identificar, confira o artigo completo sobre misantropia na página de Psicologia-Online.

O que faz as pessoas se afastarem da sociedade

O eremitismo é uma prática saudável, desde que trate-se de uma escolha pessoal por este modo de vida, motivado por suas próprias razões. Mas, quando o afastamento da sociedade torna-se um problema? Além da misantropia, como vimos anteriormente, existe outra condição psicológia que faz com que as pessoas cortem laços com a sociedade, inclusive com amigos e familiares, que não é nada saudável e deve ser tratada: a síndrome de Hikikomori.

Quem possui esta síndrome apresenta os seguintes sintomas[2]:

  • Tristeza e insegurança diante das pessoas.
  • Falta de hábitos de vida saudáveis.
  • Tempo de isolamento mínimo de seis meses.
  • Afastamento de amigos e familiares.
  • Falta de interesse por atividades diárias.
  • Utilização da tecnologia de forma excessiva.
  • Provocação por parte de outras pessoas.
  • Alterações do sono.
  • Pouca tolerância à frustração.
  • Anemia e fraqueza corporal.

Se você chegou até este artigo procurando entender sua vontade de se isolar ou por conhecer alguém assim e acha que pode se tratar de um caso de síndrome de Hikikmori é importante buscar ajuda profissional de um psicólogo.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é um eremita, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Referências
  1. PSICOLOGIA ON-LINE. O que é misantropia, causas e sintomas. Disponível em: <https://br.psicologia-online.com/o-que-e-misantropia-causas-e-sintomas-964.html> Acesso em: 16 de maio de 2022.
  2. PSICOLOGIA ON-LINE. Síndrome de Hikikomori: sintomas, causas e tratamento. Disponível em: <https://br.psicologia-online.com/sindrome-de-hikikomori-sintomas-causas-e-tratamento-931.html> Acesso em: 18 de maio de 2022.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
O que é um eremita
O que é um eremita

Voltar ao topo da página