menu
Partilhar

O que é namastê: origem e significado

 
Por Redação umCOMO. 27 agosto 2021
O que é namastê: origem e significado

Se você já praticou yoga ou não, com certeza, em alguma ocasião escutou ou leu a palavra namastê, geralmente utilizada como um cumprimento ou para expressar gratidão. A palavra namastê é um recurso frequente tanto em práticas de relaxamento como em práticas de espiritualidade, mas, realmente, qual é a verdadeira origem do termo? O que significa a palavra namastê?

Se você está se perguntando, siga lendo, porque neste artigo do umCOMO te oferecemos as respostas para suas dúvidas. Conheça o que é nasmastê desde sua origem aos seus significados. Desta forma poderá usá-la como agradecimento, mostrar respeito e agradecer.

Também lhe pode interessar: O que é ikigai: significado e símbolo

O que é namastê

Namastê é uma das palavras mais utilizadas em qualquer aula de yoga. Você a escutará nas aulas, geralmente como saudação e despedida, no início e ao final. A origem esta palavra está no sul da Ásia em países como a Índia e o Nepal, onde residem os hindus, sijs, jainistas e budistas.

Mas qual o significado de namastê em português? O idioma dessa expressão é o sânscrito, língua que tem origem ao norte da Índia e conta com 3.500 anos de antiguidade. A nível semântico e etimológico, a palavra se compõe por namas- que significa reverência, adoração e -te que procede do pronome pessoal tuám que significa você e se traduz "a você". Portanto, a tradução de namastê significa "me inclino à você" ou "faço reverência à você".

Todas aquelas pessoas que praticam disciplinas como o yoga, devem estar acostumadas a escutar este vocábulo. Trata-se de uma expressão para cumprimentar e desejar boas coisas, acompanhado de um gesto habitual de inclinação ou reverência. Além do mais, a palavra namastê é utilizada em diversas culturas para saudação e despedida, como para pedir, agradecer, mostrar respeito, veneração ou até mesmo para rezar.

Significado de namastê do ponto de vista espiritual

Como temos visto, namastê é muito mais que uma saudação e se utiliza em muitas disciplinas com caráter espiritual, já que representa a crença de que existe uma aréola divina em cada um de nós. A luz que existe em nossas almas se pode expressar por meio desta palavra, de tal maneira que honramos não só a pessoa que temos diante de nós, mas, também, a nossa crença divina.

Este significado espiritual implica o conceito de atman ou luz, que é a autêntica presença divina que vive em cada um de nós. Pois bem, o símbolo de namastê com as palmas das mãos unidas, se traduz como "o divino em mim, saúda o divino em você".

Devido à carga de profundidade e espiritualidade da palavra e seu símbolo, o uso de namastê pode influenciar na maneira de relacionarmos e experimentarmos o dia a dia. Seu propósito vai além do próprio cumprimento. Através do uso de namastê você poderá:

  • Melhorar as relações pessoais através de honrar e respeitar ao outro.
  • Ser mais positivo e ver a beleza dentro de cada pessoa.
  • Ser mais compassivo.
  • Ser mais meditativo e introspectivo.

Agora que você já consciente de o que significa a palavra namastê, tanto ao escutá-la como ao dizê-la, estará participando de um processo de evolução espiritual, estimulando em seu interior e transmitindo o desejo de respeitar e favorecer seu interlocutor.

Namastê: como cumprimentar?

Ainda que no Ocidente se interprete que a palavra venha unida ao gesto, na Índia entende-se que o próprio gesto signifique namastê, por isso que muitas vezes não é necessário verbalizar para dizer. A importância de fazer bem o cumprimento te permitirá comunicar-se sem a necessidade de dizer uma só palavra. Mas como fazer isso corretamente?

O cumprimento básico se realiza unindo as mãos em forma de reza na altura do peito, justo no centro, fechando os olhos e fazendo uma ligeira inclinação da cabeça. Para mostrar respeito mais profundo, deve colocar as suas mãos unidas em frente à testa (diante do terceiro olho) e inclinar sua cabeça enquanto abaixa as mãos até o peito, onde está o chakra do coração.

Simbolismo segundo a cultura

O gesto de namastê, como ocorre com qualquer outro gesto, se considera um mudra, isto é, uma posição simbólica das mãos que se difundiu através de culturas e religiões orientais. Não obstante, ainda que este seja o símbolo de namastê a nível geral, pode haver conotações diferentes dependendo da cultura. Como vimos, o habitual é levar as mãos unidas como se estivesse rezando diante do peito ou diante da testa, mas também pode colocar debaixo do queixo, por baixo do nariz ou sobre a cabeça.

  • No hinduísmo o mudra namastê tem um significado especial. A palma direita representa a palma dos pés de Deus e a palma da mão esquerda representa a cabeça do devoto.
  • Em outras culturas e contextos religiosos consideram que a união das mãos em símbolo de reza ajuda a eliminar as diferenças com aquela pessoa a quem se faz a reverência, de modo que é fácil conectar com ela. A mão direita costuma representar a natureza em seu nível mais elevado, espiritual, enquanto a mão esquerda representa o ego mundano. Em quanto a inclinação da cabeça ou reverência é um símbolo claro de respeito.
  • O significado japonês de namastê adiciona uma reverência mais pronunciada que chamam de gassho.

Agora que você já sabe o que é namastê e que estamos no clima das aulas de yoga, deixamos aqui abaixo um vídeo de yoga para alongamento com 10 posturas básicas, caso você queira praticar. Namastê!

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é namastê: origem e significado, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

O que é namastê: origem e significado
O que é namastê: origem e significado

Voltar ao topo da página