Partilhar

Como tratar uma criança que sofreu abuso sexual

Por Sara Viega. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como tratar uma criança que sofreu abuso sexual

O abuso sexual infantil é toda atividade sexual de um adulto com um menor. Este tipo de conduta é punível pela lei e possui sérias consequências psicológicas na vítima. A prevenção do abuso sexual a menores é uma tarefa fundamental. A educação das crianças em relação ao assunto é de suma importância para poder evitar que este tipo de situações continue acontecendo. Os casos de abuso sexual contra menores continuam aumentando, porém aqui apresentamos alguns conselhos para tratar este assunto com seus filhos da melhor maneira possível, tentando diminuir os efeitos negativos da situação. A seguir, apresentamos como tratar uma criança que foi abusada sexualmente.

Passos a seguir:
1

Suspeitas. Se suspeitar que seu filho sofreu algum abuso sexual, fale com ele. Pergunte se alguma pessoa fez alguma coisa, ou tocou ou tentou alguma atividade sexual com ele. É fundamental estar tranquilo para poder transmitir segurança e tranquilidade à criança.

2

Negação. Se a criança nega uma situação de abuso mas os indícios são evidentes, consulte com um médico especialista. Informe a criança de que você faz isso por sua saúde e não porque desconfia dela, mas explique que este é um assunto grave e muito delicado. Em todo momento a criança tem que sentir que você apoia ela, confia e cuida dela.

3

Verbalização. Se a criança contar que foi vítima de um abuso sexual, escute-a com atenção. Raras vezes as crianças inventam histórias relacionadas com abusos. Tente fazer perguntas claras e evite perguntar coisas que aumentem seu grau de angústia ainda mais. Mantenha sempre a calma.

4

Sentimentos. Neste tipo de situação as crianças se sentem agoniadas, envergonhadas e culpadas. Você deve tratar de demonstrar que ela não deve se sentir assim, que a culpa não é dela, e que você sempre vai estar ali para apoiá-la em tudo. Mostre seu amor durante esta conversa, abrace-a e diga que tudo vai ficar bem.

5

Consulte um médico especialista. Peça uma consulta com um médico especialista para realizar um exame físico na criança. Informe-a de que você vai levá-la com pessoas que vão lhe ajudar, e que ela deve contar o ocorrido para elas. Esclareça em todo momento que ela deve ficar tranquila, que você vai acompanhá-la neste processo.

6

Denúncia. É fundamental realizar uma denúncia diante das autoridades. A criança deve saber que essa pessoa fez algo ruim e que portanto será castigada. Explique a importância de denunciar e informar sobre este fato.

7

Consulta psicológica. O abuso sexual tem diversas consequências negativas, é por isso que é fundamental contar com o apoio de um psicólogo para um tratamento adequado em casos graves como este. Você também pode consultar este profissional sobre como encarar este tipo de situações da melhor forma possível.

8

Prevenção. A educação para prevenir os abusos sexuais é fundamental. Tente deixar um tempo prudencial para falar com seu filho sobre a prevenção deste tipo de situações. É importante que ele não se sinta pressionado por toda esta situação e que você respeite seu tempo. Tente transmitir a informação de forma clara e com carinho, gerando confiança e segurança nele.

9

Demonstração de carinho. Informe a criança de que você sempre estará ali para o que ela precisar, demonstre seu carinho com frequência e trabalhe sua autoestima. É importante que exista um clima de amor e tranquilidade na casa para poder superar a situação da melhor maneira possível.

10

Meio envolvente. Fale com as pessoas mais próximas à criança, como por exemplo, professores, babá, pais de amigos; é importante que eles estejam cientes da situação para colaborar na superação dela da melhor forma.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar uma criança que sofreu abuso sexual, recomendamos que entre na nossa categoria de Ser Pai e Mãe.

Escrever comentário sobre Como tratar uma criança que sofreu abuso sexual

O que lhe pareceu o artigo?

Como tratar uma criança que sofreu abuso sexual
Como tratar uma criança que sofreu abuso sexual

Voltar ao topo da página