Partilhar

Como dar os pêsames

Por Ana Lopes. Atualizado: 15 junho 2017
Como dar os pêsames
Imagem: mirales.es

É desconcertante quando você tem que consolar alguém que acaba de perder um ente querido, não é mesmo? Mais desconcertante ainda é saber o que dizer e o que fazer nesse momento. Isso porque sabemos que nada do que fizermos ou dissermos irá aliviar o sentimento de quem ficou. Nenhuma de nossas ações vai tirar a dor do peito do outro. Mas, você pode confortar quem acaba de sofrer uma perda, por mais que não dure muito tempo. E, se não souber ao certo o que fazer, pode acabar criando uma situação complicada. É necessário respeitar a pessoa enlutada. Se você é do tipo de pessoa que não sabe agir quando tem que dar os pêsames para alguém, em umComo.com.br temos dicas para que você não precise fugir de um velório e saiba exatamente o que fazer para consolar aqueles que ficam e têm de encarar a difícil tarefa de conviver com a falta do outro.

Também lhe pode interessar: Como fazer um cartão de condolências
Passos a seguir:
1

Se você é daquelas pessoas que prefere não dizer nada, compareça ao velório ou à casa dos familiares e dê apenas um abraço. Esse é um momento em que os familiares ficam mais sensíveis e, por muitas vezes, preferem não ouvir ou falar nada. Então, apenas abrace e conforte. Dê um abraço firme e aconchegante e não fique segurando a pessoa por muito tempo. A não ser que ela te induza a isso.

Mas, nada de sair abraçando todo mundo. Abrace somente quem você conhecer e tiver um grau de intimidade. Aos demais, um aperto de mão ou um aceno com a cabeça já está de bom tamanho.

2

Se for para perguntar a causa da morte, pergunte a algum conhecido, nunca a um familiar. Lembrar as causas e cirscunstâncias pode fragilizar ainda mais os familiares. Evite esse tipo de pergunta. Mas, se eles quiserem falar, ouça. E ouça com atenção e nada de começar a chorar e soluçar por todos os cantos do velório. Deixe que a família chore por seu ente querido. Se você não contiver as lágrimas, afaste-se e chore sem nenhum showzinho.

3

Evite aqueles chavões do tipo: “fique tranquilo(a), ele descansou”; “ele(a) foi dessa para uma melhor” ou “ele(a) tá melhor que nós”. As palavras nesse momento são dispensáveis e esse tipo de conversa pode ser até desconcertante. Se for para dizer algo, diga apenas: “Meus pêsames”, “Minhas condolências”, “Meus sentimentos”. Seja direto e sucinto. Não queira tomar muito o tempo do familiar com conversas sem o menor sentido. Lembre-se que nada do que você disser irá aliviar a dor da perda, por mais que você ache que sim. E nada de ficar enchendo os ouvidos dos familiares com elogios ao morto. Não seja inoportuno.

Como dar os pêsames - Passo 3
Imagem: editorialdiamante.com
4

Se não puder comparecer ao velório/sepultamento, envie uma coroa de flores ou dê um sucinto telefonema. Não precisa justificar sua falta, somente preste sua solidariedade.

Se a pessoa perdeu o pet, confira esse artigo para saber o que falar quando o cachorro de alguém morre.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como dar os pêsames, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Conselhos
  • Por mais que você já tenha perdido alguém e tenha sentido, na pele, essa dor, lembre-se que ninguém é igual a ninguém e cada um sente a dor em uma intensidade diferente.

Escrever comentário sobre Como dar os pêsames

O que lhe pareceu o artigo?

Como dar os pêsames
Imagem: mirales.es
Imagem: editorialdiamante.com
1 de 2
Como dar os pêsames

Voltar ao topo da página