menu
Partilhar

Qual a diferença entre ciência e tecnologia?

 
Por Redação umCOMO. 21 agosto 2021
Qual a diferença entre ciência e tecnologia?

Presentes no desenvolvimento de qualquer civilização, afinal, qual a diferença entre ciência e tecnologia? Embora tenhamos uma tendência a confundir e tratar estes dois termos igualmente, a metodologia e o objetivo que essas áreas têm são distintos.

Neste artigo do umCOMO falaremos das diferenças e semelhanças entre ciência e tecnologia, assim como da relação tão estreita que existe entre elas. Esta publicação servirá não somente para esclarecer ambos os conceitos, como também para que você saiba como estes ramos mudaram nossas vidas.

Também lhe pode interessar: Qual a diferença entre diamante e zircônia

O que é a ciência e a tecnologia

Ciência e tecnologia são dois instrumentos fundamentais para a transformação e desenvolvimento de qualquer sociedade. Para poder diferenciá-las é importante conhecer a definição de ambas disciplinas, seus objetivos e seus campos de atuação, já que costumamos confundi-las.

O que é a ciência

A ciência se encarrega de estudar com rigor todos aqueles fenômenos naturais, sociais ou artificiais que acontecem no nosso dia a dia, baseando-se em observação, experimentação e análise.

Seus principais objetivos são dar uma resposta ao desconhecido, compreender como o universo funciona e esclarecer, explicar e estabelecer processos, regras e sistemas. A ciência é uma área descritiva porque pretende ajudar a melhorar nosso entendimento, apostando em teorias que permitam melhorar e aumentar nosso conhecimento em qualquer matéria.

O que é a tecnologia

A tecnologia é um conjunto de conhecimentos e técnicas que, quando aplicados em uma ordem lógica, nos permitem modificar nosso ambiente, fisicamente ou virtualmente, para satisfazer nossas necessidades. A finalidade da tecnologia é gerar soluções úteis e práticas para melhorar nosso dia a dia.

Através da tecnologia não se pretende conhecer o mundo, mas modificá-lo e adaptá-lo para satisfazer as necessidades humanas. Ou seja, seu objetivo não é o conhecimento, mas ,sim a aplicação dele, por isso consideramos que a tecnologia serve para uma coisa concreta: desde qualquer fabricação de objetos, até a cura de doenças, utilidades comerciais, financeiras ou nossa própria comunicação, entre muitas outras áreas de aplicação.

Como a ciência e a tecnologia se relacionam

A principal diferença entre ciência e tecnologia é seu objetivo: enquanto a ciência nos ajuda a conhecer o mundo e descrevê-lo, e melhorar nosso conhecimento, a tecnologia tem como objetivo modificá-lo e adaptá-lo às nossas necessidades. No entanto, a relação entre as duas disciplinas é estreita e íntima, de tal forma que temos uma tendência a confundi-las.

Porém, qual é realmente a relação entre ciência e tecnologia? É simples: ambas utilizam os avanços uma da outra para chegar a seus objetivos. A tecnologia se utiliza do conhecimento gerado pela ciência para poder melhorar a sua técnica. Por sua vez, a ciência utiliza a tecnologia avançada para poder levar à diante uma pesquisa mais precisa, concreta e efetiva.

Além disso, em muitas ocasiões, a própria pesquisa científica aparece à caminho de uma direção concreta ou um campo específico dirigido a resolver questões tecnológicas, como pode ocorrer com a biologia celular. Por outro lado, outras vezes novas tecnologias surgem em decorrência de avanços científicos, como a engenharia genética.

Portanto, a relação entre ciência e tecnologia é tanta que, como comentamos, costumam confundir-se a ponto de utilizar expressões como "ciência aplicada", que nada mais é do que uma atividade que mistura as duas atividades e que está no meio do caminho entre elas.

Tipos de ciências e exemplos

Agora que sabemos qual a diferença entre ciência e tecnologia, veremos diferentes tipos e exemplos de ambas disciplinas para te ajudar a diferenciá-las melhor. Comecemos pelas ciências. Dado que não existe somente uma tipologia de ciência, separamos a disciplina em três tipos, de acordo com a capacidade de obter conhecimento.

Ciências formais

São aquelas que não precisam de conteúdos tangíveis ou concretos. Mediante a análise se observa estruturas ideais que vão mais além do poder de intervenção. Este ramo se dedica a estudar sistemas formais e suas teorias são validadas tendo como base proposições, axiomas, definições e regras de inferência.

Alguns exemplos ciências formais são a matemática, a geometria, a estatística, a aritmética, a lógica e as ciências da computação.

Ciências naturais

Trata-se daquelas ciências que analisam o mundo e o que habita nele, desde um ponto de vista físico. Suas conclusões são adquiridas por meio de um método objetivo, mas também estão presentes instrumentos de experimentação ou inclusive o contexto, o que permite refutar algumas verdades aparentes de épocas anteriores.

Entre as ciências naturais se encontram a física, a química, a biologia, a geologia, a astronomia, a medicina e outras ciências da saúde.

Ciências sociais

São as que se ocupam de estudar a atividade humana, em particular as relações sociais, colocando o ser humano no centro como sujeito social. Essas ciências não pretendem alcançar resultados objetivos, já que é o próprio ser humano quem estuda o sujeito, há sempre certa subjetividade.

Entre as ciências sociais estão a psicologia, a sociologia, a antropologia, o direito, a economia, a história, a comunicação, a política e a geografia.

Exemplos de ciência

Agora veremos exemplos para entender melhor a diferença entre ciência e tecnologia. Estes são exemplos de ciências:

  • Química: ciência que estuda a composição, estrutura e propriedades da matéria e as mudanças que ocorrem frente a reações químicas.
  • Astronomia: estudo dos corpos celestes do universo (estrelas, planetas, satélites, cometas, asteroides, matéria interestelar, nebulosa...)
  • Ciência política: estuda a teoria e a prática da política, dos sistemas e os comportamentos políticos na sociedade.
  • Biologia: ciência que estuda a estrutura dos seres vivos e seus processos vitais. Neste outro artigo te contamos quais são os principais ramos da biologia.
  • Sociologia: seu objetivo é analisar a sociedade humana, seu comportamento e os fenômenos coletivos.
  • Medicina: é a ciência focada na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças e problemas de saúde.
  • Geometria: ramo da matemática que estuda as propriedades das figuras planas ou não.
  • Lógica: ciência que estuda as formas do pensamento do ser humano, permitindo estabelecer leis ou princípios válidos para obter critérios que nos aproximem da verdade.
  • Física: ciência que estuda a energia, a matéria, o tempo e o espaço.
  • Psicologia: estuda e analisa a mente dos seres humanos e suas condutas.

Tipos de tecnologia e exemplos

Se você se pergunta qual a diferença entre ciência e tecnologia, agora já sabe que a tecnologia é produto da ciência. Através da inovação de técnicas, procedimentos, instrumentos ou ferramentas, busca-se melhorar nosso dia a dia e satisfazer nossas necessidades. Para isso, é imprescindível a aplicação de conhecimentos científicos que permitem diversificar as tecnologias, segundo seus propósitos. Assim, podemos diferenciar a tecnologia de acordo com o tipo de produto, o nível de inovação e sua aplicação.

Tecnologia orientada ao produto

Dentro dessa categoria temos que fazer diferenciação entre:

  • Tecnologias duras: utilizam o conhecimento de ciências duras como a física, a química ou a matemática. Deste modo, obtêm produtos tangíveis e visíveis. A tecnologias duras são usadas para produzir bens materiais.
  • Tecnologias leves: apoiam-se nas ciências humanísticas, como a psicologia, a sociologia ou a economia. Este tipo de tecnologia é utilizado para conseguir uma maior eficiência e melhorar processos em empresas e instituições. Por isso, os produtos obtidos não são nem materiais nem tangíveis, no entanto, se encarregam de elaborar serviços, estratégias e teorias.

Tecnologias orientadas à inovação

Dependendo do grau de inovação da tecnologia, podemos diferenciar entre:

  • Tecnologia de ponta: a alta tecnologia, a última tecnologia ou tecnologia de ponta é a que engloba as tecnologias mais avançadas, disponíveis em um momento e um lugar determinado. São tecnologias de última atualização.
  • Tecnologias adequadas: são aquelas desenhadas levando em conta o impacto a nível social, econômico e ambiental, que pode representar uma sociedade determinada.

Tecnologias orientadas à aplicação

Dentro desta categoria encontramos:

  • Tecnologias de operação: são aquelas obtidas depois de um longo tempo de estudo, observação e experiência.
  • Tecnologias de equipe: são aquelas desenvolvidas por fabricantes de um produto específico e determinado.
  • Tecnologias de produto: são aquelas que combinam ferramentas e conhecimentos para poder gerar um produto determinado.

Exemplos de tecnologia

Reunimos alguns exemplos para que você compreenda melhor a diferença entre ciência e tecnologia. Estes são os exemplos de tecnologia:

  • Robótica: usa ferramentas e conhecimentos de disciplinas como a informática, a engenharia elétrica ou a engenharia eletrônica para fabricar robôs.
  • Impressão 3D: trata-se de uma impressão tridimensional de peças únicas e geometrias complexas através de uma grande variedade de materiais.
  • Inteligência artificial: é a criação de máquinas que imitam a função cognitiva do ser humano.
  • Biotecnologia: cria produtos a partir de sistemas biológicos e organismos vivos.
  • Criptomoedas: são uma moeda digital que usa a tecnologia de registro distribuído.
  • Tecnologia genética: permite ampliar o mundo da medicina mediante cálculos de big data ou manipulação de genes com o objetivo de curar doenças.
  • Internet: redes de comunicação interconectadas.
  • Nanotecnologia: permite manipular a matéria a escala atômica e molecular.
  • Energia atômica: obtenção de energia elétrica, térmica e mecânica a partir de reações atômicas.
  • Carros inteligentes: a tecnologia é utilizada para criar veículos programados para funcionar sem motorista.

E já que estamos falando sobre qual a diferença entre ciência e tecnologia, te recomendamos que leia este outro artigo sobre o que é um drone e para que serve.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Qual a diferença entre ciência e tecnologia?, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Qual a diferença entre ciência e tecnologia?
Qual a diferença entre ciência e tecnologia?

Voltar ao topo da página