Partilhar

Pravaler: vale a pena? - Entenda os prós e contras

Pravaler: vale a pena? - Entenda os prós e contras

Entrar na faculdade é sempre uma grande dúvida. Aqueles que optam pelas universidades privadas brasileiras e não conseguiram ou simplesmente não se enquadram nas exigências que uma bolsa pode proporcionar podem buscar por um financiamento e crédito estudantil. Existem ferramentas públicas, como o FIES, e ferramentas privadas, como o Pravaler, que proporcionam que a sua universidade seja paga posteriormente à sua conclusão. Essa alternativa deve ser considerada sempre, levando seus prós e seus contras na mesa para não acabar com uma dívida logo após se formar. Nesse artigo, descobriremos se o Pravaler vale a pena e muito mais sobre financiamento universitário público e privado.

Também lhe pode interessar: Como participar do FIES

Crédito Pra Valer: como funciona

Criado como uma alternativa ao FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), o sistema de crédito PraValer vai te dar crédito para pagar a universidade com parcelas menores ao longo de um tempo menor. É através de uma base de cálculo da renda do estudante com seu fiador que a Pravaler vai aprovar seu crédito.

Basicamente, o sistema que o Pravaler utiliza para financiar a sua faculdade é o seguinte: ele divide suas parcelas em duas e você demora o dobro de tempo para pagar o valor total do curso. Por exemplo, se a mensalidade de um curso de 5 anos é originalmente 500 reais, com crédito Pravaler você paga 250 por 10 anos. Se você deseja entender melhor o sistema e já tem o curso em mente, você pode conferir um recurso que a Crédito PraValer tem de simulação do financiamento. Você pode conferir essa projeção em Crédito Pra Valer: Simulação.

O financiamento é feito por semestre, portanto, você pode fazer parte da faculdade com o Pravaler e outra parte sem. Isso dá mais liberdade para o estudante, ao contrário do FIES, que dificilmente é conseguido no meio do curso. De qualquer maneira, existem prós e contras ao financiamento estudantil e isso deve ser sempre colocado na ponta da caneta.

É dificil conseguir o Pravaler?

Não, não é difícil conseguir o Pravaler. Na verdade, é bem mais simples do que o FIES, pois não depende de nota ou de longuíssimas comprovações de renda. No entanto, é a partir da sua renda que será calculado a possibilidade do financiamento. Enquanto no FIES a preferência é por pessoas de baixa renda, afinal, é um programa social, no Pravaler é mais simples conseguir o financiamento em caso de rendas mais altas.

Pravaler é furada?

Talvez. Todo o debate sobre o financiamento estudantil é complicado, pois, em muitas vezes, é difícil que o formando consiga pagar suas dívidas logo no início do curso. Vale ressaltar que o Crédito Pravaler não é golpe de maneira nenhuma, no entanto, pode ser uma furada dependendo da área profissional e da renda que a sua família tem para custear a prorrogação das mensalidades.

Além disso, o Crédito Pravaler possui um juro que chega a 2,19% ao mês, podendo, ao longo dos anos da faculdade, fazer com que você pague bem mais do que o valor real do curso. No entanto, a Pravaler tem uma ótima reputação, tendo pouquíssimas reclamações e um atendimento respeitável, ilibado e atencioso com o estudante que necessita do crédito estudantil.

Pravaler ou FIES?

Essa dúvida pode correr para muitos estudantes que estejam em dúvida sobre qual o melhor tipo de financiamento para seu curso. Existem algumas diferenças cruciais em ambos que podem mudar o seu pensamento sobre as alternativas:

  • O financiamento Pravaler pode ser cancelado a cada semestre, caso deixe de ser necessário
  • O financiamento do FIES tem o início de seu pagamento bastante posterior ao final da faculdade, permitindo a estabilização do aluno antes do início do pagamento do financiamento. Para quem se inscreveu até 2016, esse pagamento será feito 18 meses depois da conclusão do curso, enquanto para quem entrar a partir deste ano paga após um ano da conclusão da faculdade.
  • Os juros do FIES são menores do que o valor dos juros do Pravaler. Especialmente porque o governo federal não tem fins lucrativos com esse programa. Os juros do FIES são pagos trimestralmente para garantir a sustentação do programa, e seu valor máximo chega 50 reais. Os juros do Pravaler podem variar ano a ano, afinal, os contratos são atualizados semestralmente.

Entre a alternativa pública (FIES), ou privada (Pravaler), o valor da mensalidade e os custos do curso devem ser colocados na ponta do lápis para que ninguém fique com o nome no sujo. No entanto, cada um deve colocar seus benefícios e malefícios na balança para entender o que é melhor para conseguir pagar sua faculdade.

Leia nossos artigos Como participar do FIES e Como se inscrever no FIES para conhecer melhor o programa governamental de financiamento estudantil.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Pravaler: vale a pena? - Entenda os prós e contras, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário sobre Pravaler: vale a pena? - Entenda os prós e contras

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Vinicius
Olááá... O que você quis dizer com: "FIES, que é dificilmente é conseguido no meio do curso" ??? Você quis dizer no meio do semestre ou "uma vez iniciado o curso, dificilmente você consegue o FIES?

Pravaler: vale a pena? - Entenda os prós e contras
Pravaler: vale a pena? - Entenda os prós e contras

Voltar ao topo da página