Partilhar

Desempregados podem aderir ao FIES?

Desempregados podem aderir ao FIES?
Fonte: pronatec2015.com

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) é um programa do governo brasileiro voltado ao financiamento de cursos de graduação (ensino de nível superior) em instituições privadas. A prerrogativa é que o curso tenha sido positivamente avaliado pelo Ministério da Educação e que o estudante tenha nota superior a 450 pontos nas provas objetivas do Enem, além de nota maior do que zero na redação. As condições socioeconômicas do candidato também têm impacto na seleção para ser beneficiado pelo programa. Ter um curso superior é um diferencial para a entrada no mercado de trabalho, o que faz surgir o seguinte questionamento: desempregados podem aderir ao FIES? Descubra em umCOMO!

Também lhe pode interessar: Como participar do FIES

Para me inscrever no FIES preciso estar matriculado na faculdade?

Para me inscrever no FIES preciso estar matriculado na faculdade? A resposta para essa pergunta é não. Desde 2010 o estudante pode solicitar o FIES antes de ir até a instituição de ensino superior para fazer a matrícula. Essa nova postura do governo visa facilitar o procedimento interno das faculdades e universidades privadas. Confira nosso artigos sobre como participar do FIES e como se inscrever no FIES para saber mais sobre o processo de solicitação do benefício.

FIES paga matrícula da faculdade?

A taxa de matrícula é cobrada no ato de inscrição do estudante na instituição de ensino superior. O valor da matrícula da faculdade está incluso no valor do financiamento, logo, o FIES paga matrícula da faculdade. O programa conta com uma taxa de juros sobre o valor financiado de 6,5% ao ano, para todos os cursos ofertados, que também incide sobre o valor da matrícula.

Quem tem FIES precisa fazer ENEM todo ano?

Os processos burocráticos muitas vezes são confusos e não esclarecem as dúvidas dos cidadãos de forma clara. Muitas pessoas acreditam que quem tem FIES precisa fazer Enem todo ano para manter o benefício, contudo, essa informação não é verídica.

Uma vez que o indivíduo obtém o financiamento, irá permanecer com ele até o fim da graduação, desde que não descumpra nenhuma das regras do programa. Além do FIES, prestar o exame do Enem oferece outros benefícios: veja mais sobre quais as vantagens de fazer Enem.

Posso fazer FIES duas vezes?

É muito frequente que o indivíduo entre num curso superior, não se identifique com aquela graduação e abandone o curso - para evitar esse tipo de comportamento, confira nosso artigo sobre como escolher o curso certo. Se a pessoa em questão era beneficiada do FIES, ela não poderá solicitar o financiamento novamente caso queira ingressar em outro curso. Entre aqueles que não podem solicitar o FIES, também se enquadram:

  • Pessoas com matrícula trancada em uma situação de ensino superior;
  • Beneficiários de bolsa integral do Prouni;
  • Inadimplentes do Programa de Crédito Educativo;
  • Pessoas com renda familiar per capta superior a três salários mínimos.

Desempregado consegue FIES?

Fazer um curso superior é muito importante para conquistar melhores posições no mercado de trabalho. É possível para um estudante desempregado conseguir o FIES? Sim! No entanto, o estudante precisará contar com um fiador, que atuará como responsável financeiro pelo beneficiário. Ficam isentos da necessidade de apresentar um fiador os estudantes com renda familiar per capita inferior a um salário mínimo e meio e alunos matriculados em cursos de licenciatura (formação de professores).

Não podem ser fiadores:

  • Cônjuge ou companheiro(a) do candidato a beneficiário;
  • Estrangeiros, exceto portugueses com Carteira de Identidade do Estrangeiro;
  • Estudante que também seja beneficiado pelo FIES.

Como conseguir FIES 100 por cento

O valor da mensalidade a ser financiado pelo FIES irá variar de acordo com a renda familiar do beneficiário, ou seja, a soma dos rendimentos de todos os membros da família. Use o simulador de financiamento do FIES para calcular quanto da mensalidade você poderá financiar.

A porcentagem a ser financiada pelo programa dependerá de quanto a renda familiar ficará comprometida com o pagamento das mensalidades do curso. Para conseguir FIES 100 por cento de financiamento, é necessário que o valor da mensalidade comprometa 60% do orçamento familiar. Também é possível financiar 75% e 50% da mensalidade.

Nota: É preciso lembrar que as famílias com renda mensal per capita superior a três salários mínimos não podem participar do programa e que o valor máximo de mensalidade a ser financiada é de R$5.000,00.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Desempregados podem aderir ao FIES?, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário sobre Desempregados podem aderir ao FIES?

O que lhe pareceu o artigo?

Desempregados podem aderir ao FIES?
Fonte: pronatec2015.com
Desempregados podem aderir ao FIES?

Voltar ao topo da página