menu
Partilhar

Por que o nome cachorro-quente?

 
Por Marina Corrêa, Editora. 10 março 2022
Por que o nome cachorro-quente?

Milho, batata palha, ervilha, queijo, purê de batata (polêmico!), bacon, vinagrete e outros molhos, além de repolho e o que mais a criatividade permitir... a arte de saber o que colocar no cachorro-quente, nós, brasileiros, claramente dominamos! Porém, apesar de muito popular no nosso país, e em vários lugares do mundo, muita gente não sabe a origem do nome cachorro-quente.

Já que ele é uma das estrelas da nossa gastronomia pós-balada, das festas infantis, das tardes de domingo & Netflix e de tantos outros eventos e ocasiões, nada melhor que conhecermos sua história. Hoje no umCOMO vamos te contar por que o nome cachorro-quente para que você conheça a história deste prato que é um sucesso de Norte a Sul do país.

Também lhe pode interessar: O que é ser transgênero?

Por que o nome cachorro-quente

Duas histórias orbitam a criação do nome cachorro-quente, porém assim como a origem de vários outros termos antigos que usamos atualmente, a verdadeira razão pela qual cachorro-quente tem este nome é incerta. De todas as maneiras, explicaremos os dois contextos que dão pistas de onde e como pode ter se originado o nome.

Hot dog & baseball andam juntos

Não só os jogadores são as estrelas dos torneios de baseball. O cachorro-quente ou hot dog também é destaque e não pode faltar durante as competições nos estádios e primeira história sobre a origem do nome cachorro-quente se passa neste cenário.

De acordo com o National Hot Dog and Sausage Council[1], algumas pessoas dizem que este termo foi cunhado em Nova York, em 1901. Conta-se que os vendedores de cachorro-quente presentes no New York Polo Grounds, estádio do time de baseball New York Giants, gritavam para chamar a atenção dos clientes e usavam as seguintes palavras: "Peguem suas salsichas de dachshund enquanto ainda estão quentes!", fazendo referência à raça dachshund que conhecemos como cachorro salsicha.

Na ocasião, Tad Dorgan, um cartunista de esportes do The New York Journal estava presente, observou a cena e a ilustrou. Porém, como não estava certo de como se soletrava dachshund, escreveu simplesmente "hot dogs", isto é, cachorros quentes. Dizem que o cartoon foi um sucesso e o responsável por cunhar o termo que batiza o famoso lanche, mas os historiadores foram incapazes de encontrar o desenho.

Migração alemã e a origem do nome cachorro-quente

Outra das histórias que trata da origem do nome cachorro-quente data de 1890 e se passa na Universidade de Yale, nos Estados Unidos. Historiadores culinários apontam que o nome já aparecia em revistas universitárias nesta época, quando carrocinhas vendiam cachorros-quentes nos dormitórios da universidade.

O nome era um comentário sarcástico sobre a proveniência da carne. Referências a cachorros dachshund ligados aos cachorros-quentes podem ser rastreadas até os imigrantes alemães nos anos 1800, porque eles levaram não somente salsichas para a América do Norte, mas também os cachorros da raça dachshund.

O nome popular pelo qual é conhecida a raça muito provavelmente começou como uma piada sobre os cães pequenos, longos e magros dos alemães. Na verdade, até mesmo os alemães chamavam informalmente as salsichas de cachorrinho ou dachshund, e foi, assim, que o o termo cachorro foi associado à este prato, pelo formato da salsicha, que faz referência à esta raça de cachorros.

O cachorro-quente sempre foi servido no pão?

A configuração do cachorro-quente como conhecemos nem sempre foi igual. Antes as salsichas eram consumidas puras, porém, como eram servidas quentes, a tarefa de comê-las era um pouco complicada. Conta-se que a forma de comer cachorro-quente como a gente conhece, ou seja, com a salsicha dentro do pão, surgiu em Louisiana durante a "Louisiana Purchase Exposition", em 1904. Por isso se diz que o cachorro-quente na versão que comemos hoje, nasceu nos Estados Unidos.

À época um vendedor bavário chamado Anton Feuchtwanger emprestava luvas de pano brancas para que seus clientes pudessem segurar as salsichas quentes, porém, como muitos deles não devolviam as luvas, ele começou a pensar que o negócio desta maneira não era rentável e que precisava encontrar uma solução.

Então, ele pediu ajuda de seu cunhado, que era padeiro, para que ele pudesse sugerir algo que solucionasse a questão. O cunhado criou, então, pães macios que coubessem a salsicha, nascendo assim, o pão de cachorro-quente e, consequentemente, a forma com que comemos os cachorros-quentes até hoje.

Origem do cachorro-quente

Agora que você já sabe por que o nome cachorro-quente, é possível que também queira saber a história do cachorro-quente. Se a origem do nome data de 1890, quando este prato foi inventado na sua versão original?

Ainda de acordo com o National Hot Dog and Sausage Council[1], a origem do cachorro-quente é mais antiga que a expedição de Cristovão Colombo, mais especificamente, 5 anos mais velho. Ou seja, há relatos da existência do cachorro-quente, ainda que neste época com outro nome e com outra forma de ser comido, isto é, sem pão, desde o ano 1487, em Frankfurt, na Alemanha.

Porém, outro país reivindica sua crição e quer ser reconhecido como local de nascimento do cachorro-quente. Este país é a Áustria, que usa como justificativa que o nome que batiza as salsichas é o termo wiener, como é chamada a salsicha de viena. Porém, estima-se que seja pouco provável que o cachorro-quente norte-americano venha daí.

Também não se sabe ao certo quem serviu o primeiro cachorro-quente, apesar de que dizem que um imigrante alemão já os vendia desde 1860 em um carrinho de mão, na cidade de Nova York.

Dia do cachorro-quente

Se você chegou até aqui provavelmente é fã de cachorro-quente e, se ainda não sabe, provavelmente vai gostar de saber que existe o dia do cachorro-quente. Comemorado no dia 09 de setembro, a data teria sido o dia em que foi servido o primeiro hot dog, mas, como vimos, por toda a história do cachorro-quente, isto pode ser apenas uma especulação.

De qualquer maneira, o que realmente precisamos saber é que existe um dia do ano todo dedicado a ele, para que a gente tenha a desculpa perfeita (como se precisássemos!) para comer um delicioso cachorro-quente. Seja ele tradicional ou vegano.

Se precisar de uma mãozinha deixamos o passo a passo para preparar seu hot dog. E se quiser inspiração para incrementá-lo, veja também os melhores acompanhamentos para cachorro-quente. Bom apetite!

Se pretende ler mais artigos parecidos a Por que o nome cachorro-quente?, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Referências
  1. NATIONAL HOT DOG AND SAUSAGE COUNCIL. Dachshunds, Dog Wagons and Other Important Elements of Hot Dog History. Disponível em: <https://www.hot-dog.org/culture/hot-dog-history#:~:text=Dachshunds%2C%20Dog%20Wagons%20and%20Other,credited%20with%20originating%20the%20frankfurter.> Acesso em: 09 de março de 2022.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Por que o nome cachorro-quente?
Por que o nome cachorro-quente?

Voltar ao topo da página