Partilhar

Para que serve o incenso

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Para que serve o incenso

Com certeza que já aconteceu mais de uma vez ir a alguma loja ou centro de massagens e terem lá um incenso aceso. Por que o fazem? Trata-se de um aroma que consegue emitir uma sensação de relaxamento, bem-estar e paz, seguindo os princípios da aromaterapia, isto é, uma terapia que é capaz de transmitir certas sensações favoráveis para o nosso corpo através dos cheiros. Neste artigo de umComo vamos explicar para que serve o incenso, explicando a tradição antiga desta prática e revelando a você o seu uso nos dias de hoje.

A prática antiga da queima de incenso

A tradição do incenso vem de antigamente, de fato, aparece na maioria das cerimônias religiosas distribuídas pelo mundo. Desde sempre se acreditou que o aroma do incenso cria uma atmosfera perfeita para poder conectar o mundo da terra com o mundo divino e, assim, estabelecer o contato com os seres espirituais. Este é o motivo pelo qual o uso de incenso abunda em lugares sagrados, como templos, igrejas ou espaços de culto religioso.

A cultura egípcia, romana, os maias, os budistas, os cristãos, os muçulmanos, os indianos e os hebreus foram alguns dos grupos religiosos que usaram (e usam) o incenso como o método para criar o ambiente ideal para a prática religiosa. Em rituais, cerimônias ou outros acontecimentos espirituais é quando maior presença de incenso encontramos, pois é a forma de tentar conseguir o melhor espaço na terra para ligar com o cosmos.

A palavra "incenso" tem a sua etimologia na palavra latina "incensum" que significa "acender". Está formado por resinas vegetais que, ao queimarem, desprendem diferentes aromas; para conseguir um cheiro gostoso, adicionam óleos essenciais que são os responsáveis por manterem viva a chama e permitirem que a fumaça aromática vá invadindo a sala até chegar ao seu final.

Para que serve o incenso - A prática antiga da queima de incenso

O incenso na atualidade

Atualmente, as práticas religiosas continuam com a queima do incenso mas o seu uso passou ao espaço particular; por isso, em muitas casa ou estabelecimentos pode encontrar este peculiar aroma. Saiu do terreno estritamente religioso já que se comprovou que contribui para uma série de benefícios para a nossa saúde espiritual e mental que podem ajudar a melhorar a nossa qualidade de vida. De seguida vamos explicar para você:

  • Desenvolvimento psíquico: o incenso e os aromas que saem do incenso ajudam a melhorar a nossa capacidade mental potenciando a concentração e criando um ambiente de relaxamento, perfeito para estudar, ler ou levar a cabo práticas que precisem de um alto grau de concentração.
  • Purifica o meio: outro uso dado ao incenso é como purificador visto que, ao criar uma conexão com o mundo divino, consegue limpar as más energias do meio e, por sua vez, atrair as boas vibrações.

O ambiente que criamos quando acendemos um incenso convida à calma, à meditação e à espiritualidade. Consegue-se evocar o poder místico que existe em cada um de nós para, assim, criar uma conexão com o mundo espiritual.

Em umComo contamos para você como usar o incenso em casa.

Para que serve o incenso - O incenso na atualidade

Tipos de incensos

De qualquer forma, deve saber que existem diferentes tipos de incenso que são recomendados para evocar diferentes emoções e sensações, pois não é o mesmo usar um incenso para poder estudar e se concentrar que para melhorar a energia da sua casa. De seguida vamos explicar para que serve o incenso dependendo do tipo utilizado:

Incensos com aromas florais

São todos aqueles que se fazem com resinas de flores e, de forma tradicional, são os favoritos das mulheres. De seguida, vamos explicar para você os tipos de aromas mais usados para cada caso:

  • O de jasmim, por exemplo, ajuda nos momentos de incerteza quando devem ser tomadas decisões importantes, pois trás lucidez e coragem.
  • O de lótus ajuda a conseguir um estado meditativo para poder estar em paz consigo e com os outros.
  • O de rosa consegue atrair o amor e criar um clima ideal para os encontros românticos e passionais, criando um ambiente afrodisíaco.
  • O de lavanda é indicado para purificar o ambiente e conseguir espaços sem energias negativas. É perfeito para potenciar a concentração e o progresso pessoal.

Incensos com aromas de madeira

O aroma que estes incensos têm são penetrantes, por isso o melhor é usar em espaços abertos ou amplos, pois em um quarto fechado poderia chegar a enjoar. Vamos contar para você os aromas mais comuns e os seus usos:

  • O de sândalo é o que, desde sempre, foi usado para atrair a boa sorte, calma ao espírito e paz espiritual. É o mais clássico de todos e o que se costuma usar em cerimônias religiosas na Ásia.
  • O de cedro consegue gerar um ambiente repleto de fortaleza e segurança.
  • O de cipreste é um aroma que aumenta a energia e estimula a vitalidade da pessoa.

Incensos com aromas orientais

Este tipo de incenso contém fragrâncias exóticas que criam um ambiente envolvente e muito acolhedor. Costumam ser elaborados com plantas e flores orientais e conseguem diferentes efeitos nas pessoas:

  • O de musk é aconselhado para momentos em que uma pessoa deve enfrentar situações desagradáveis ou problemas graves já que ajuda a purificar a aura.
  • O de mirra é ideal para orar e criar um ambiente religioso para conectar com os seres espirituais.
  • O de patchuli está associado à paixão e ao erotismo.
  • A baunilha estimula a parte mais sensual, exótica e provocativa criando um ambiente agradável e muito relaxado.
  • O de cravo consegue um efeito relaxante, assim como atrai a energia positiva diluindo, portanto, as más vibrações.
Para que serve o incenso - Tipos de incensos

Se pretende ler mais artigos parecidos a Para que serve o incenso, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Escrever comentário sobre Para que serve o incenso

O que lhe pareceu o artigo?

Para que serve o incenso
1 de 4
Para que serve o incenso

Voltar ao topo da página