Partilhar

O que é misoginia

Por Nicolas Santos. Atualizado: 24 outubro 2017
O que é misoginia
Imagem: elquintopoder.cl

Misoginia é uma palavra que vem da junção de duas palavras gregas, miseó e gyné (ódio e mulher, respectivamente) e serve para designar, pois, o desprezo ou ódio ao gênero feminino e a feminilidade, ou seja, as características ligadas às mulheres. Esta diretamente ligada à violência contra a mulher, seja de forma física, verbal ou discriminatória e possui como antônimo a filoginia que é o apreço e admiração para com as mulheres, e esta, em alguns casos pode ser considerada como um preconceito benevolente.

Para complementar a leitura deste artigo, leia também o nosso artigo sobre o que é sexismo.

Neste artigo umComo te explica o que é Misoginia.

Também lhe pode interessar: O que é Anacronismo

As definições da misoginia

Primeiramente, a misoginia se trata de uma atitude cultural que está incrustada em nossa cultura desde que o ser humano é ser humano, neste caso não nos limitando apenas a definição de 'ódio contra a mulher' mas também de desprezo, mesmo que esse não esteja claro. A misoginia se dá em diversas formas, não apenas na violência física ou verbal mas também em piadas, pornografia ou o auto-desprezo que as mulheres sentem pelo próprio corpo, muitas vezes estipulado pela própria sociedade (como no famoso caso: "sair com roupa curta e decote é coisa de vadia").

A misoginia cultural está relacionada e acompanha a ideia de patriarcado (a figura masculina no poder de uma família ou sociedade), formando sociedades dominadas total ou maioritariamente pelo homem, colocando as mulheres na posição de subordinado, desta forma limitando o seu poder de decisão.

É comum o apontamento que, durante a história da humanidade existe uma tendência de reduzir esta à 'história do homem', deixando de lado o gênero feminino. Como é o caso dos direitos do Homem de 1948 que só mais à frente passou a ser chamada de direitos Humanos (comissão dos direitos humanos).

Na realidade a misoginia pode ser definida de forma diferente de acordo com a área de estudo, seja na psicologia, filosofia, sociologia, antropologia e psicoanálise.

Veja também: Frases sobre desigualdade de gênero

A misoginia na história

As definições da misoginia já são suficientes para termos uma ideia de que este sentimento acompanhou a história da humanidade, com a mulher sendo sempre submissa ao patriarcado. Embora hoje em dia esta palavra e o seu significado sejam mais conhecidos graças ao feminismo, movimento que tem o seu início em meados do séc XV em meio à realidade da revolução francesa, sabemos que a misoginia foi relevada durante muito tempo na história, vamos começar pela Grécia antiga.

Na Grécia antiga a mulher era naturalmente sujeita à autoridade dos homens, uma vez que para os gregos ela representava uma figura inferior ao homem (Aristóteles sugeria a ideia de que elas eram uma deformidade, um homem defeituoso, isso explica por que era tão natural relações entre homens gregos (daí que vem o conhecido "beijo grego")). A mulher era destinada ao espaço do lar e não podiam participar de decisões políticas e o homem era destinado ao espaço público.

Já na Idade Média era um pouco diferente (não melhor, talvez pior, ou não, não sei). As mulheres não tinham acesso à conhecimento filosófico e eram limitadas à doutrina da igreja e qualquer uma que não se enquadrasse nesse aspecto era tratada como bruxa*.Mesmo na época do Renascimento e depois, nos séc. XVIII e XIX, épocas conhecidas pela fomentação do conhecimento, do ilusionismo, do heliocentrismo continuavam sem dar espaço à cultura feminina**.

A misoginia na modernidade, bem, se deve mais às questões de violência contra a mulher e conservação do patriarcado, que para uma sociedade saudável e bem desenvolvida nem se quer deveria existir. Lembrando que para violência temos muitas formas, como os exemplos que já foram citados e que não vou me dar o trabalho de repetir pois este texto já está demasiadamente longo.

* Essa questão leva à uma analise interessante, a religião era usada como forma de alienar as mulheres justamente para que elas não questionassem por que as coisas são como são ou reivindicar direitos iguais. O que substancialmente não mudou muito para com a atualidade, onde a religião continua sendo a forma mais eficaz de alienação de massas.

** Se observarmos um pouco os grandes filósofos, artistas, astrônomos, matemáticos e cientistas da antiguidade notaremos uma maioria esmagadora masculina, todavia, esta é uma ferida que deve se tomar cuidado ao cutucar. Não sabemos se isso é consequência da alienação ou misoginia da época, o que poderia levar ou à erradicação da possibilidade de se formarem grandes pensamentos da parte das mulheres ou, caso surgisse alguma "gênia", ela fosse levada ao esquecimento ou à fogueira. É provável que seja culpa da misoginia mas infelizmente não temos como afirmar por falta de qualquer dado ou conhecimento.

Sugestão: Qual é a diferença entre poligamia e bigamia?

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é misoginia, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Escrever comentário sobre O que é misoginia

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
mara
Vivo a 20 anos , com um misógino e tô agora me separando tentando pq eles não aceitam derrota mas tô firme estou resgatando a menina de 20 anos atrás. mas não tá fácil ele.promete mudança mas enjoei não quero mais que é o liberdade não quero ter mais medo de me.espessar agir . Não é fácil.

O que é misoginia
Imagem: elquintopoder.cl
O que é misoginia

Voltar ao topo da página