Partilhar

De onde vem a saliva

 
Por Paula Cassandra. Atualizado: 16 janeiro 2017
De onde vem a saliva

Presente sempre em nossa vida, mas nem sempre vista com o respeito que merece, a saliva não é apenas um fluído aquoso, mas sim, um dos mais importantes e complexos fluídos do organismo. Para saber mais sobre o assunto e, inclusive, de onde vem a saliva, confira as informações que o umComo.com.br reuniu sobre o assunto.

Também lhe pode interessar: De onde vem a Radiação Ionizante

Da onde vem e do que é formada

Formada por aminoácidos, enzimas, proteínas, glicoproteínas e minerais e de aspecto transparente e aquoso, a saliva vem das glândulas salivares, que se dividem em maiores e menores e estão todas localizadas na cavidade bucal. A viscosidade da saliva se dá devido às glicoproteínas que possui, sendo que quando houver mais proteína na saliva ela ganha um aspecto mais sabugoso.

Além disso, a saliva conta com grande concentração de água e minerais, entre eles, potássio, cálcio, magnésio, sódio, nitrogênio, enxofre e cloro, bem como ácido úrico e ácido cítrico, além de ar, o que lhe confere o aspecto espumoso.

Outra substância que forma a saliva é a imunoglobulina secretória A, que protege o corpo dos vírus que podem invadir o sistema digestivo e respiratório. Aliás, a saliva faz parte do sistema digestivo, uma vez que se encontra na boca, onde ele inicia. Além disso, existem três pares de glândulas salivares: sublinguais, parótidas e submandibulares.

De onde vem a saliva - Da onde vem e do que é formada

Quais as funções da saliva

Entre as principais funções da saliva, está a de proteger a boca, inclusive, de bactérias, sendo que exerce a mesma responsabilidade com o epitélio gastrointestinal (tecido que reveste o órgão) e com a orofaringe (parte da garganta logo atrás da boca). Na cavidade bucal, a saliva exerce a sua proteção mantendo os tecidos umedecidos, por isso, exerce ainda um papel no controle da quantidade de água do organismo.

Dessa forma, em caso de ausência de água, é a saliva que indica a situação, ao reduzir a sua quantidade e deixando a boca seca. A falta de saliva, que recebe ainda o nome de xerostomia, pode se dar devido ao uso de alguns medicamentos, idade avançada e doenças. Vale dizer que normalmente um adulto produz até dois litros de saliva, sendo que esse valor aumenta quando algo é ingerido.

A função da saliva se estende para os dentes, uma vez que ela reduz a acidez da cavidade bucal, o que é uma forma de prevenir as cáries. Assim, quando há pouca saliva na boca a mesma fica mais propícia a infecções. Vale lembrar que hábitos como o de beber álcool, fumar e comer açúcar também deixam a boca mais ácida, o que colabora para o surgimento de problemas gastrointestinais.

Já a quantidade de saliva que permanece na boca é controlada pelo centro salivar no cérebro, por isso, enquanto a pessoa dorme menos saliva é produzida. Por outro lado, o paladar estimula a sua produção, aumentando a sua concentração. Isso, aliás, acontece por causa de outra função da saliva, a de ajudar na mastigação e diluição dos alimentos. A ptialina é uma das enzimas presentes na saliva, sendo que é ela quem começa a digestão do amido e do glicogênio, por isso, literalmente, a digestão inicia na boca.

Se pretende ler mais artigos parecidos a De onde vem a saliva, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário sobre De onde vem a saliva

O que lhe pareceu o artigo?

De onde vem a saliva
1 de 2
De onde vem a saliva

Voltar ao topo da página