menu
Partilhar

Danças da Espanha

 
Por Juliana Ribeiro. 14 setembro 2022
Danças da Espanha

As danças tradicionais são uma parte fundamental do folclore espanhol que se espalha por toda a área geográfica peninsular e insular. Elas são alegres e cheias de cor, porque a maioria delas são dançadas com requintados trajes regionais, portanto, são uma magnífica expressão da cultura popular que tem suas raízes em antigas festas e tradições.

Além disso, se você quiser fazer uma viagem emocionante pela música e danças que passaram de geração em geração na Espanha, neste artigo revisamos os tipos de danças tradicionais espanholas mais conhecidos. No umCOMO ensinamos as danças da Espanha. Vamos lá!

Também lhe pode interessar: Qual o significado da bandeira da Espanha

Sevilhanas

Embora seja a dança espanhola tradicional da Andalucia, especificamente de Sevilha, é fácil perceber que é uma das coreografias mais dançadas em muitos lugares da Espanha, certamente pela melodia que a acompanha, com acordes alegres e cativantes, além dos movimentos harmoniosos característicos.

Dessa forma, as sevillanas não faltam nas festas, feiras e romarias do sul e estima-se que sejam o resultado de uma fusão entre as antigas seguidillas castellanas e a dança flamenca. Com seu ritmo dinâmico, a elegância de seus movimentos e a força que transmite em cada uma das quatro partes em que se divide uma sevillana, esta dança popular espanhola é feita para o deleite de quem a pratica e também de quem a contempla. A dança sevillana com castanholas é muito popular.

Veja também quais são as festas mais populares da Espanha.

Danças da Espanha - Sevilhanas

Chotis

O chotis é a dança típica da Espanha, especificamente de Madri, que não falta nas verbenas populares que se celebram, sobretudo, durante as festividades de San Isidro, padroeiro da capital. É dançado em par e o ideal é estar vestido com o traje tradicional de chulapo ou chulapa.

Seguindo os acordes do realejo tradicional, o chotis é dançado bem "juntinho" e com movimentos lentos em que a mulher gira em torno do homem, fazendo-o acompanhá-la em cada pequeno passo, sem que o casal precise de mais do que o espaço de um azulejo para mover-se graciosamente. Acredita-se que a origem desta dança remonte a meados do século XIX.

Jota

Embora a mais conhecida seja a jota aragonesa, esta dança típica da Espanha também está presente, com algumas variações, em muitas outras áreas da Espanha, desde Valência à Catalunha. A jota é uma combinação perfeita de canto cheio de força e sentimento, acordes musicais, entre os quais se destaca a música com castanholas, e, claro, também a dança.

Por isso, é comum o canto com castanholas nesta dança tradicional. A coreografia dinâmica inclui passos rápidos de pés e calcanhares acompanhados de saltos, elevações de joelho, giros e passos ágeis entre casais que costumam dançar em grupo.

Muñeira

Dentro do folclore galego, a muñeira (muiñeira) é a dança mais popular, com variantes de acordo com as diferentes áreas da Galícia, desde o golpe, de ritmo mais pausado, até a vigorosa e rápida muñeira carballesa. Sempre acompanhada pelos sons intensos da gaita de foles, que traz reminiscências da cultura celta.

A muñeira é uma dança alegre com passos de ponta e salto para a frente e para trás, acompanhada de um movimento harmonioso dos braços e em que não faltam giros e passes de casal.

Danças da Espanha - Muñeira

Isa

Das danças da Espanha, esta é originária do Arquipélago das Canárias e é uma das mais conhecidas e apreciadas. É uma dança rica em nuances que se acredita remontar aos tempos indígenas e que evoluiu e se fundiu com outras danças que trouxeram as culturas europeias para as ilhas nos séculos posteriores.

A Isa é cantada e dançada com um ritmo alegre e jovial, seguindo as melodias de instrumentos, como a bandurria ou o timple nativo. Em sua coreografia inclui passos individuais, movimentos de casais e, também, belas composições em grupo formadas pelos bailarinos em perfeita coordenação.

Flamenco

O flamenco, declarado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO, é sem dúvida uma das danças tradicionais espanholas mais destacadas pela mistura de paixão e técnica que implica. Da mesma forma, existem inúmeros estilos ou "palos", que incluem diferentes passos, mas entre os quais nunca faltam: o toque de calcanhar essencial, as voltas e giros "impossíveis" ou os movimentos elegantes dos braços.

Flamenco com castanholas, resultado de uma mistura de civilizações antigas, mas com raízes claras na cultura cigana andaluz, é a emoção da dança flamenca espanhola.

Se você gosta das danças da Espanha com castanholas, também deve conhecer a roupa apropriada para realizá-la, portanto, aqui ensinamos Como se vestir de flamenco.

Sardana

A sardana é a dança espanhola típica da Catalunha e um símbolo de sua identidade. Acredita-se que possa ter suas origens na época romana, embora a dança tenha se popularizado durante o século XIX com raízes especiais nas regiões de Empordà e Garrotxa.

É uma dança em grupo em que pessoas de todas as idades participam formando um círculo com as mãos entrelaçadas. Uma banda, chamada cobla, é responsável por tocar 12 instrumentos musicais, alguns originários da Catalunha, dando forma à melodia característica da sardana, enquanto os dançarinos combinam passos curtos e longos acompanhados de movimentos com os braços de uma forma muito popular, e coreografia cheia de harmonia.

Aurresku

Esta dança espanhola é de origem basca e é realizada em reconhecimento a alguém, por exemplo, em um ato público perante uma autoridade ou em um casamento como homenagem aos noivos. O atual aurresku deriva de outra dança tradicional, a soka dantza ou dança da corda.

É executada pelo dantzari (dançarino) que é acompanhado pelo txistulari, o músico que se encarrega de tocar o tradicional instrumento de sopro que marca os acordes da coreografia. A dança é espetacular por sua dificuldade que exige conhecer cada um dos passos e movimentos em que força e harmonia se combinam perfeitamente.

Pasodoble (Passo duplo)

O ritmo alegre e divertido desta dança espanhola fez dela uma das que não faltam em nenhuma festa, peregrinação ou celebração. Com passos simples, o pasodoble tem movimentos que lembram o mundo taurino e também o ritmo acelerado, alternando os pés que são necessários para marcar a marcha nos desfiles militares.

Geralmente, é dançado em casal e admite coreografias diferentes, embora uma de suas chaves seja manter o paralelismo entre os corpos das duas pessoas que dançam o tempo todo.

Danças da Espanha - Pasodoble (Passo duplo)

Seguidilla manchega

Existem inúmeras danças espanholas que são chamadas de seguidillas e que são apreciadas, com pequenas variações, em várias regiões, mas entre todas elas, a seguidilla manchega é uma das danças espanholas mais antigas e populares.

A seguidilla originária de Castilla La Mancha é um dístico em forma de versos que, junto com a música tradicional, tornou-se uma coreografia animada, que é feita em pares ao som de instrumentos de cordas e também de percussão.

Bolero

Embora o bolero seja um tipo de dança tradicional de Cuba e países da América Latina, também é uma dança muito conhecida na Espanha que, geralmente, é coreografada em casal. O bolero espanhol combina movimentos suaves com outros que lembram os passes típicos das sevillanas, em uma coreografia com ritmo lento e um toque de sensualidade. Guitarra e castanholas não costumam faltar nesta dança popular.

Qual dessas danças típicas da Espanha mais despertou seu interesse?

Se pretende ler mais artigos parecidos a Danças da Espanha, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Danças da Espanha
1 de 4
Danças da Espanha

Voltar ao topo da página