Partilhar

Como são os filhos de Xangô

Por Nicolas Santos. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como são os filhos de Xangô
Imagem: tefl.com.br

Xangô, o Orixá dos reis, dos poderosos e dos justos, foi um rei guerreiro que enriqueceu seu povo conquistando reinos. O seu trabalho entre os homens é cobrar quem deve ser cobrado e premiar aqueles que merecem mas sempre agindo com justiça, sabedoria e poder. Orixá atrevido, violento e vaidoso, adora comemorações e festas e possui o raio e o trovão como armas, elemento terra.

No sincretismo da religião africana com a católica, ligaram-no a São João Batista, São jerônimo ou São Pedro, já na mitologia romana ele é o deus Júpiter, e na grega é o Zeus (tudo conforme um sincretismo que nem sempre é correto) Seu dia da semana é a quarta feira e a cor, marrom.

Neste artigo, umComo diz como são os filhos de Xango e fala um pouco sobre este Orixá.

Também lhe pode interessar: Quais são os benefícios da meditação

Características do filho de Xango

É fácil reconhecer os filhos de Xangô apenas pela estrutura física, muito característica dos filhos de Xangô. O seu corpo é sempre muito forte com uma quantidade razoável de gordura que com maus cuidados pode ocasionalmente resultar em obesidade, mas a sua condição óssea é resistente e suporta bem qual seja o nível do seu avantajamento. Também existem os magros e elegantes.

Os filhos de Xangô tem a consciência de que são naturalmente respeitados e admirados e quando decidem emitir a opinião é para encerrar definitivamente o assunto, tem esse dom de ser o dono da última palavra numa discussão, com postura nobre, digna do orixá dos reis. Sempre andam acompanhados por comitivas ou grupos de pessoas, não gosta da solidão.

Conscientemente são incapazes de causar mal a alguém por mais que o egoísmo seja uma de suas características assim como a austeridade que é notada quanto aos seus pontos de vista inflexíveis. Os grandes objetos de sua vaidade são o poder e o conhecimento, é o que os filhos de Xangô dão mais valor.

Tratando-se das relações, os filhos de Xangô são amantes vigorosos, sem dúvida, em seu lado negativo. Está sempre cercado por amigos, num caso de um governante ou empresario, sempre cercado daqueles que pertencem ao "seu grupo", em maioria, sempre rodeado por homens.

Características físicas e temperamentais

Os filhos de Xangô não costumam ter um porte muito alto, ainda mais com a facilidade de engordar que apresentam, além disso também tem tendência à calvície, transmite vigor e sensualidade.

É um grande apreciador de bons pratos, tanto para comer ou para beber. Desde pequeno nota-se o seu interesse e busca pelo sucesso e fortuna mas as vezes é possível notar que ele desperdiça seu tempo com atividades que não resultam em nada, neste caso é preciso deixá-lo errar e aprender com o seu erro. Também é difícil para um filho de Xangô admitir que está errado e pode ser inflexível e intratável quando questionado. Os seus inimigos serão tratados com rigor e ele fará de tudo para desacreditá-los frente aos outros.

A falta de criatividade é uma das características temperamentais dos filhos de Xangô, uma vez que não é muito bom em criar, prefere aperfeiçoar aquilo que já foi criado. É franco e não esconde as suas vontades ou sentimentos e mesmo que tente fingir ou dissimular ele não é muito bom nisso e muitas das vezes é a sua franqueza que faz com que ele cultive alguns inimigos durante a vida, o que não interfere na sua honestidade e grande capacidade de perdoar e ser bondoso.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como são os filhos de Xangô, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Escrever comentário sobre Como são os filhos de Xangô

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Prof. Araújo - Brasília DF
Comentando - Em termos religiosos, muitas religiões estão presentes na África, com destaque para o Islamismo e o Cristianismo, bem como as religiões tradicionais, muitas vezes vista como prática de magia, feitiçaria, macumbaria... Estas religiões tradicionais possuem, via de regra, um panteão e estão voltadas ao culto dos antepassados e das divindades da Natureza. A forma mais conhecida destas religiões envolve o culto dos orixás (divindades de origem Ioruba ou Nagô) e englobam uma ampla variedade de crenças e ritos. Por outro lado, a vida material e espiritual nas religiões africanas tendem a indistinção entre o sagrado e o profano, na medida em que estas dimensões são concebidas como indissociáveis e inseparáveis. Em prosseguimento, devemos ter em mente que cultura africana deve ser observada sempre no plural, haja vista, sua existência milenar e sua vasta diversidade. Ora, neste sentido, a arqueologia aponta a África como o território habitado há longos períodos no planeta, após a Ásia, donde resulta uma profusão de idiomas (mais de mil línguas), religiões, regimes políticos, condições materiais de habitação e atividades econômicas. Atualmente, o continente africano ocupa um quinto da Terra, onde temos mais de 50 países e quase 1 bilhão de habitantes.
Nicolas Santos
Obrigado pelo comentário, acredito que serve como complemento para o texto e é uma honra ter um professor seguindo os nossos artigos (:

Como são os filhos de Xangô
Imagem: tefl.com.br
Como são os filhos de Xangô

Voltar ao topo da página