Partilhar

Como fazer um roteiro de teatro

 
Por Redação umCOMO. 14 agosto 2020
Como fazer um roteiro de teatro

Você tem uma ideia original em mente e deseja transformá-la em uma peça de teatro, mas o maior problema é que você não sabe nem por onde começar? O gênero teatral se consolidou há décadas graças a conhecidas dramaturgas (os) que levaram o teatro para todas as esferas sociais, e embora algumas pessoas pensem que escrever uma peça é algo trabalhoso e caro, elas estão muito enganadas.

O teatro está mais vivo do que nunca e, tendo conhecimento sobre o gênero é possível elaborar peças de teatro originais e eficientes. Aqui no umCOMO vamos te mostrar um guia de como fazer um roteiro de teatro passo a passo. Siga as dicas e recomendações para começar a trabalhar escrevendo a sua própria obra. Abra as cortinas e comece esta aventura!

Também lhe pode interessar: Como fazer um comentário de texto

Roteiro teatral

Um roteiro teatral é um texto que detalha todos os elementos e ações que constituem uma peça de teatro. É dirigido a quem participa da obra, e contém todos os diálogos e detalhes técnicos ou artísticos necessários para que ela aconteça.

O roteiro teatral especifica todos os detalhes que devem ser levados em consideração durante as cenas, bem como as orientações a serem seguidas pelos participantes da peça: atores, diretores, técnicos, etc. Este texto contém todos os elementos que darão vida à obra, tais como os diálogos, ações, tipo de figurino, a iluminação ou o cenário. Desse modo, podemos dizer que o roteiro se encarrega de lançar o fio condutor da história que você deseja contar.

Tanto se o seu desejo é montar um roteiro teatral curto (perfeito para iniciantes), quanto se você deseja elaborar uma peça mais longa, é imprescindível que o seu roteiro esteja muito bem detalhado.

Estrutura de um roteiro teatral

Já se perguntou qual é a estrutura de um roteiro teatral? Como vimos, o script especifica todos os detalhes da obra a ser apresentada. Nesse caso, deve-se ter em mente que a estrutura de um roteiro de teatro deve ter um começo, um meio e um fim. No entanto, já vimos que há muitos outros elementos de uma peça que devemos incluir no roteiro.

Assim, não falaremos apenas sobre a estrutura, mas também sobre todas as partes de um roteiro teatral, que são as seguintes:

  • Título da obra: o título de qualquer peça é fundamental para que o público a identifique.
  • Personagens: por sua vez, os personagens são divididos em primários e secundários. Você deve definir muito bem a personalidade e as características de cada personagem e, se possível, como ele se veste e até mesmo quais conflitos internos ele tem (caso isso seja relevante para a história).
  • Direções: este é um dos elementos mais importantes de um roteiro teatral, pois dará as orientações necessárias sobre as mudanças de cenário e os movimentos, disposição e gestos dos atores em cena. Aqui você pode anotar todos os detalhes que o dramaturgo considera necessários para a correta execução e interpretação da peça.
  • Ato: os atos se referem a cada uma das partes da obra, e são numerados. A passagem de um ato a outro implica em uma mudança de cenário.
  • Cena: está dentro do mesmo ato e se refere aos personagens que aparecem no palco, de modo que uma mudança de cena significaria uma mudança de personagens ou de disposição dos personagens.
  • Cenário: é um elemento integrado dentro de uma cena, que representa situações ou breves diálogos que podem ser independentes ou não do fio condutor da história. Nos cenários, a decoração pode ou não mudar.
  • Diálogos: são os textos interpretados pelos atores.
  • Monólogos: isso acontece quando há um único personagem em cena, que interpreta um texto para si mesmo, para outros personagens que não estão no palco ou para o público.
Como fazer um roteiro de teatro - Estrutura de um roteiro teatral

Características de um roteiro teatral

Já falamos sobre os principais elementos de um roteiro teatral, porém, dependendo do tipo de peça na qual você esteja trabalhando, ela deverá ou não atender a algumas características específicas. Estas são as principais características de um roteiro teatral que você deve conhecer:

  • Estrutura coerente: um bom roteiro teatral deve ser dotado de uma certa estrutura que permita a realização coerente da obra. Uma estrutura linear em uma obra teatral é composta pela introdução, o meio e o fim, de modo que o fio condutor da peça deve apresentar coerência do início ao fim. Embora seja verdade que essa estrutura seja o padrão para a redação de roteiros de teatro - e a mais recomendada para iniciantes -, existem dramaturgos (as) que ultrapassam esses limites e se arriscam em estruturas mais experimentais.
  • Detalhes cenográficos especificados: isso implica em uma descrição detalhada pelo autor de cada um dos elementos que devem figurar em cena no decorrer da obra.
  • Diálogos claros: são todas as conversas que constituem o andamento de uma peça. Devem ser especificados com um hífen, seguidos pelo nome do personagem que irá falar e por dois pontos antes do texto a ser interpretado. Os diálogos são um dos elementos mais importantes de qualquer peça de teatro, e você deve dar atenção especial a eles.
  • Ações dos personagens: um roteiro teatral precisa especificar as ações dos personagens na história, para dar sentido à peça e ajudar os atores a interpretarem melhor seus diálogos.

Antes de começar a escrever sua própria peça, você sempre pode dar uma olhada em um bom exemplo de roteiro de teatro para se inspirar. Não precisa ser o roteiro de uma peça popular e grandiosa, mas ao analisar um exemplo de um pequeno roteiro teatral, você poderá ter uma ideia mais clara sobre a ordem que todos esses elementos devem seguir.

Como fazer um roteiro de teatro - Características de um roteiro teatral

Como fazer um roteiro de teatro

Depois que cada uma das partes e elementos do roteiro estiverem claros, você pode começar a trabalhar em seu próprio roteiro de teatro. Para isso, propomos algumas perguntas iniciais que qualquer dramaturgo deve se fazer antes de começar a escrever sua peça:

  • Que história quero contar? Você terá que pensar com cuidado sobre o que quer contar, transmitir, tornar visível ou expor na obra. É aconselhável focar em uma ideia ou situação específica que sirva de ponto de partida, pois isso dará melhores resultados do que optar por uma grande ideia abstrata.
  • Como irei contar essa história? depois de ter definido o enredo principal da obra, você terá que detalhar a estrutura do fio condutor da sua narrativa: vai ser algo linear e coerente? Haverá uma introdução, conflito e solução, ou terá um final aberto?
  • Quantos personagens existem na minha peça e como eles são? É fundamental que você defina como será a personalidade de cada um deles. Isso implica em um trabalho criativo árduo, e possivelmente representará o cerne do seu trabalho - é por isso que leva-se bastante tempo para definir todos os detalhes sobre seus personagens. Lembre-se de que eles devem parecer reais e complexos, e devem ser bem diferentes uns dos outros.
  • Que tipo de ambientação terá a minha peça? O próximo passo será identificar em que época, lugar e/ou circunstâncias a peça será ambientada, pois assim você poderá ter uma ideia dos itens de decoração e cenários que devem ser inseridos em cada cena que ocorrerá no palco.
  • Como criar um final? Você deverá ter em mente uma ideia clara de como irá resolver o conflito da história e, caso se trate de um final aberto, pensar nas possíveis interpretações que o público poderá dar para a obra. Sempre oriente a obra para aquilo que deseja passar.
Como fazer um roteiro de teatro - Como fazer um roteiro de teatro

Passo a passo para fazer um roteiro teatral

Já sabe a história que deseja contar e como vai fazê-lo? Se sim, siga o passo a passo que preparamos aqui no umCOMO para que você consiga elaborar um roteiro de teatro.

  1. Faça um rascunho ou esboço da peça contendo os atos e as cenas, sempre detalhando o que acontecerá em cada parte.
  2. Não tenha pressa em terminar seu roteiro teatral. Aliás, recomendamos que você faça quantos rascunhos forem necessários até se sentir convencido/a de seu trabalho.
  3. Depois de tornar os atos e as cenas mais ou menos bem definidos, comece a escrever os diálogos. Lembre-se de que você terá de fazer isso de forma consistente, então não perca muito tempo com floreios. No final você terá tempo para isso.
  4. Tente fazer com que os diálogos se encaixem bem nas definições de personalidade de cada personagem.
  5. Detalhe as ambientações que você julgar necessárias. Um truque para fazer isso é imaginar que você vê a obra de fora, podendo identificar todos os detalhes das ações: a iluminação, o palco, o cenário e tudo o que será relevante para que a história tenha o sentido desejado.
  6. Depois de ter escrito os atos, as cenas, os diálogos e as ambientações, será hora de lapidar todos os detalhes da obra para que ela fique o mais completa possível. No caso de diálogos, por exemplo, você terá que reescrevê-los para dar um toque natural às cenas (se quiser, você pode até gravar a si mesmo falando). É possível que ao longo desta etapa apareçam novas anotações, sobretudo referentes a gestos e reações não-textuais das personagens. Não se esqueça de incluir tudo isso na sua versão final do roteiro.
  7. Ao terminar as etapas acima, você poderá reler o seu roteiro e continuar polindo seu trabalho, até que você obtenha os resultados desejados e possa fechar o script com um bom final.
  8. Recomendamos que a última coisa a se fazer seja escolher o título. Embora muitas pessoas prefiram criá-lo no início do roteiro, a maioria dos dramaturgos precisa ver a peça finalizada para se inspirar e encontrar um bom título que se encaixe no modelo final da peça.

Recomendamos que você também dê uma olhada neste artigo sobre como escrever uma boa história, pois isso irá te ajudar a descobrir melhor o que deseja contar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como fazer um roteiro de teatro, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário sobre Como fazer um roteiro de teatro

O que lhe pareceu o artigo?

Como fazer um roteiro de teatro
1 de 4
Como fazer um roteiro de teatro

Voltar ao topo da página