Partilhar

Como é feita a borracha natural

 
Por Márcio Menino. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como é feita a borracha natural

A borracha natural também conhecida por látex é uma substância viscosa obtida através da colheita da seiva de uma espécie de árvores. O seu nome é seringueira, sendo que a mais conhecida para retirar o látex é a Hevea brasiliensis. A borracha natural é considerada um polímero e tem o seu próprio nome químico: Cis-poliisopreno. As suas propriedades elásticas e de retorno à forma inicial são bem conhecidas, assim como as suas utilizações mas como é feita a borracha natural? Na continuação deste artigo do umComo explicamos quais os processos necessários para obter a borracha.

Também lhe pode interessar: O que é e quais os tipos de intemperismo

Recolhendo a borracha

Para obtermos a borracha natural é necessário fazer cortes nos troncos das seringueiras para aumentar o fluxo de seiva e direcioná-lo para as tigelas de recolha do látex. A borracha natural tem assim um aspecto de leite branco, viscoso e grudento. Mas antes de poder ser utilizada tem de passar por um processo chamado vulcanização. Só assim irá adquirir as propriedades mecânicas que conhecemos.

A seiva das seringueiras tem de ser recolhida regularmente para evitar que haja desperdícios e também que esta apodreça tornando-se inconsumível e também para evitar contaminar o resto da seiva.

Como é feita a borracha natural - Recolhendo a borracha

A vulcanização da borracha

Para que a borracha natural consiga ter as propriedades elásticas tão bem conhecidas é necessário que ela passe por um processo chamado vulcanização, descoberto em 1839 por Charles Goodyear. Só dessa forma o látex pode esticar e voltar à posição inicial sem perder qualidade. A vulcanização consiste no aquecimento da borracha natural com enxofre. As ligações químicas são partidas e criam-se conexões de enxofre entre as moléculas do látex. Criando um sistema de ligações cruzadas. Que melhoram a resistência da borracha e permite que ela retorne ao normal depois de esticada. Desta forma as características mecânicas da borracha são alteradas, isso apenas é possível aumentando a temperatura do material visto que a borracha natural em ambientes frios torna-se quebradiça e dura, mas em ambientes quentes é viscosa e grudenta.

Como é feita a borracha natural - A vulcanização da borracha

Aplicações da borracha natural

Nos dias de hoje a borracha sintética é mais utilizada que a borracha natural, mesmo não conseguindo obter o mesmo nível de resistência, durabilidade e elasticidade, mas acontece que o consumo atual de borracha é demasiado elevado para ser acompanhado pela produção da borracha natural, e também devido a outro tipo de necessidades como uma maior resistência ao calor, ao passar do tempo e também maior resistência ao contacto com líquidos, além disso é uma forma de proteger as seringueiras. Contudo, foi e ainda continua a ser utilizada para fazer:

  • preservativos;
  • pneus;
  • luvas de cirurgia;
  • tubos cirúrgicos;
  • vários produtos farmacêuticos;
  • correias de transporte;
  • solado de calçados;
  • outras peças de automóveis.

Isto porque não nos podemos esquecer das suas capacidades como uma estupenda resistência ao trabalho, e à proliferação de falhas, além de enorme recuperação, capacidade de retornar à forma inicial após o estímulo e à sua boa aderência a metais.

Como é feita a borracha natural - Aplicações da borracha natural

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como é feita a borracha natural, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário sobre Como é feita a borracha natural

O que lhe pareceu o artigo?

Como é feita a borracha natural
1 de 4
Como é feita a borracha natural

Voltar ao topo da página