Partilhar

Como começar um relatório

 
Por Yasmin Fonseca. 29 março 2019
Como começar um relatório

Os relatórios são textos pedidos principalmente em ambientes acadêmicos e corporativos para que haja registros de estágios, pesquisas e experiências realizadas. Por ser um tipo de texto fora do usual que não vemos todos os dias, por vezes temos questões quando vamos começar um relatório e não sabemos muito bem como montá-lo. Se você precisa fazer um texto do tipo e está com dúvidas, veja como começar um relatório nesse artigo do umCOMO!

Também lhe pode interessar: Como escrever corretamente um relatório

O que é um relatório?

O primeiro passo para fazer um bom relatório, que atenda ao esperado, é saber do que se trata esse tipo de texto, evitando assim erros em relação ao formato.

Um relatório é um texto que tem como função relatar, como o nome indica, uma experiência ou um processo. É comum que relatórios sejam pedidos em universidades para descrever experiências de estágio ou então evolução de experiências científicas, contanto assim todas as tentativas e seus resultados.

Por ser um texto técnico com função de descrever um situação, um relatório deve conter jargões da área, ou seja, termos técnicos, além de ser objetivo e direto, indo direto ao ponto e evitando enrolações, além disso, é importante que os relatórios sejam escritos com uma linguagem formal, seguindo as regras gramaticais de língua portuguesa.

Como fazer um relatório simples

Por ser um gênero textual específico, existe um padrão que deve ser seguido ao escrever um relatório. Um modelo de relatório segue essa estrutura:

  1. Capa - título e informações básicas: logo na capa do relatório é necessário inserir o título do texto, informando assim qual é o objeto de análise para que o leitor saiba do que se trata antes de iniciar a leitura. Além do nome do texto, é necessário inserir na capa algumas informações básicas como instituição, curso e nome do autor.
  2. Introdução: a introdução de um relatório é a parte do texto em que apresentamos o objetivo do trabalho e os meios pelos quais foram atingidos. Por exemplo, se você estiver fazendo um estágio, a melhor forma de como começar um relatório de estágio é contando do que se trava o estágio, onde está sendo feito e a relação dele com seus estudos.
  3. Desenvolvimento: a terceira parte, a do desenvolvimento, é a que deve conter a parte mais relevante do trabalho, ou seja, a evolulção do objeto de análise. Se você fizer uma experiência científica, por exemplo, o desenvolvimento deve contar qual é a experiência, os materiais usados, o objetivo final, os métodos utilizados e o resultado, para que haja um contraste (ou não) entre o esperado e o alcançado.
  4. Considerações Finais: nas considerações finais o autor deve contar os resultados do que foi relatado e também dizer as conclusões que podem ser tiradas da experiência.
  5. Bibliografia: essa parte, e última, do relatório deve contar quais são as referências utilizadas no relatório. Caso você tenha utilizado informações de outro texto ou até mesmo citações, é necessário indicar e, então, colocar a referência na bibliografia para evitar acusações de plágio.

Existem diversos tipos de relatório, depende da área de estudo, entretanto, para realizar trabalhos acadêmicos do tipo, é necessário seguir as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). As regras a serem seguidas têm por objetivo padronizar textos do gênero. Para formatar o relatório corretamente, veja como usar as normas ABNT em um trabalho.

4 dicas para escrever um relatório

  • Caso você esteja com dificuldades para descobrir com que palavras começar um relatório, primeiramente se pergunte "O que estou relatando?" e, então formule uma frase que já deixe claro o objetivo do seu trabalho. Por exemplo, caso você vá relatar a adaptação de uma espécie de planta a um novo ambiente, comece falando brevemente sobre a espécie para que o leitor saiba do que se trata;
  • Faça uma lista com todas as informações que julga necessário colocar no relatório, assim, você poderá pensar em uma ordem para inseri-las de forma que haja uma evolução de raciocínio no relatório e não apenas diversas informações jogadas;
  • O início de relatório deve ser sempre objetivo, comece descrevendo o objeto relatado e então parta para um breve descrição do trabalho realizado em cima do objeto;
  • Os temas para relatório podem ser dos mais diversos, tudo depende da área de estudo e do motivo pelo qual está fazendo o texto. Antes de escolher o tema, pense na relevância e pertinência do texto escrito dentro do contexto.

Para mais informações, veja como escrever corretamente um relatório.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como começar um relatório, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário sobre Como começar um relatório

O que lhe pareceu o artigo?

Como começar um relatório
Como começar um relatório

Voltar ao topo da página