Partilhar

Como ajudar um filho com depressão

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como ajudar um filho com depressão

Ser mãe ou pai é uma das aventuras mais maravilhosas que um ser humano pode passar, mas também traz responsabilidades que devem ser assumidas com paciência, empatia, solidariedade e entendimento se a meta é desempenhar um bom papel no desenvolvimento e crescimento do seu filho.

Geralmente os pais desejam, acima de qualquer outra coisa, a felicidade dos seus filhos, o que às vezes implica em um esforço importante para conseguir o seu bem-estar. Os divórcios, a não aceitação das mudanças, o colégio, as amizades ou o caráter reprimido, existem múltiplos motivos pelos quais o seu filho pode estar passando por uma situação complicada, cinza e nada feliz. No seguinte artigo de umComo.com.br explicamos para você como ajudar um filho com depressão, com o seu apoio e seu carinho conseguirá que seu filho supere esta condição tão pesada e volte a ser uma pessoa feliz.

Também lhe pode interessar: Como ajudar meu filho a fazer amigos
Passos a seguir:
1

O seu filho está mal-humorado, triste ou melancólico constantemente? Afasta-se de você e dos restantes familiares? Já não sorri, não se diverte? A depressão não é só um período baixo na vida de qualquer pessoa, esta doença se aninha no seu interior, sobretudo durante a adolescência, já que às vezes não é fácil assimilar e aceitar as decepções e mudanças da vida.

Geralmente com o passar dos dias a raiva diminui, a tristeza afasta-se e os sentimentos negativos desaparecem, no entanto, há vezes nas quais o mal-estar pode se estender com o tempo, neste momento agir é fundamental.

Como ajudar um filho com depressão - Passo 1
2

Se observar que seu filho não sai desse ciclo de negatividade e tristeza, se este tipo de estado de ânimo se prolonga durante semanas ou meses, deve propor a existência de um transtorno depressivo. Nesse caso é provável que seu filho passe por sintomas como: desânimo, falta de interesse, apatia, autoestima baixa e incapacidade de desfrutar ou de se comunicar com normalidade. Estes são sinais de alarme que nos indicam que é o momento de atuar.

3

O primeiro passo para ajudar um filho com depressão, após observar a mudança de comportamento e os possíveis sintomas é, sem dúvida, intervir e prestar sua ajuda.

Em primeiro lugar deverá falar com seu filho para saber o que está acontecendo, qual é a causa do seu mal-estar. Muitos pais sentem-se responsáveis pela depressão dos seus filhos, outros simplesmente consideram que o estranho comportamento é mais uma parte da complicada adolescência. Mas o importante é estabelecer um vínculo de comunicação, um meio de confiança que permita se aproximar do seu filho para poder ajudá-lo.

Como ajudar um filho com depressão - Passo 3
4

Recorde a seu filho que está do seu lado. Ainda que pareça óbvio, muitos pais esquecem de expressar aos seus filhos carinho e demonstrar-lhes apoio. Para superar a depressão, deverá repeti-lo tantas vezes quantas fizerem falta. Muitos garotos pensam que não merecem o amor e a atenção dos seus pais, o que lhes causa um sentimento de desalento e desânimo. É importante que seu filho saiba que este não é o caso, que você estará sempre ali para o apoiar.

5

Escute-o, é importante que tente ser o mais compreensivo e empático possível, por isso se consegue que seu filho se abra e conte a você o que está acontecendo, evite as repreensões, os sermões, as broncas ou as irritações, bem como as constantes e insistentes perguntas.

Por mais grave que seja a situação, deve escutar e respeitar. Depois deverá agir para conseguir que seu filho saia do problema. Evite a todo custo que entre vocês se levante o muro da incompreensão, pois só afastará mais você do seu filho.

Como ajudar um filho com depressão - Passo 5
6

Vá a um terapeuta. Não pense que é a última opção, dado que se seu filho está atravessando um período depressivo, o melhor será procurar a ajuda de um profissional. O sucesso do tratamento psicológico neste tipo de transtornos através psicoterapia é de 80%, não espere que a situação do seu filho se complique e procure ajuda e apoio de um profissional o quanto antes.

Uma vez que tenha conseguido que seu filho vá à terapia para superar sua depressão, deverá continuar oferecendo o seu apoio incondicional. Além disso, deverá controlar e assegurar de que cumpre todas as regras estipuladas e marcadas pelo psicoterapeuta, a fim de superar de forma eficaz a depressão.

Como ajudar um filho com depressão - Passo 6
7

Controle que toma seus medicamentos nas horas definidas pelo especialista, incentive-o a seguir uma dieta saudável e equilibrada e inclusive a realizar alguma atividade física como passeios de bicicleta, saídas familiares ou caminhadas, ou atividades de relaxamento que possam ajudar a diminuir a tensão. Tudo isso pode ajudar a melhorar o seu estado de ânimo favoravelmente. Lembre-se que a atividade será fundamental para aliviar qualquer sintoma de depressão.

Como ajudar um filho com depressão - Passo 7
8

Antes, durante e após o processo de superação de depressão, deverá prestar muita atenção a qualquer sinal de alarme como algum indício de suicídio, oferecer seus pertences, falar constantemente da morte, baixa autoestima extrema, entre outras. Caso algo se complique durante este tempo, não hesite em avisar e consultar o médico, terapeuta ou profissional que está tratando seu filho.

9

Lembre-se que você deve ser o primeiro a aceitar a situação e ser consciente dela, se quer que o menor o supere e volte a ser um menino feliz. Não deve só incentivar e encorajar o seu pequeno, mas deve fazê-lo ver que com esforço há recompensa, que com positividade as coisas dão certo, que a felicidade é uma questão de atitude e que com um sorriso tudo é bem mais agradável.

A paciência, o entendimento, a empatia, o apoio, o ânimo, o respeito, o carinho e o amor poderão ajudar seu filho a superar uma depressão. Não deixe de relembrá-lo que não está sozinho e que tudo tem solução, a felicidade está ali fora e ele deve ser consciente de que está em suas mãos consegui-la.

Como ajudar um filho com depressão - Passo 9

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como ajudar um filho com depressão, recomendamos que entre na nossa categoria de Ser Pai e Mãe.

Escrever comentário sobre Como ajudar um filho com depressão

O que lhe pareceu o artigo?
6 comentários
Gege
Tenho uma filha de 16 e uma de 13 e esses dias por um acaso olhei no braço de uma e taca cheio de marquinhas de pequenos cortes e a outra minha sobrinha q contou que ela estava cortando o braço.Preciso de ajuda urgente para ajudar minhas filhas por favor alguém mim ajude
mariaeugenia.lima75@hotmail.com
Quero ajudar minha filha de 21 anos, sofre de depressão há 3 anos e não sei mais o que fazer. Me ajudem pelo amor de Deus.
Ilca Mendes Ferreira
Tenho um filho de 29 anos. Sou separada do pai dele a 17 anos e vivo com outro companheiro a 15 anos, depois disso meu filho ficou muito triste, mas vivia uma vida normal, hoje ele se fechou num mundinho dele, não conversa mais com os irmãos, muito menos comigo. Não aceita ajuda, estou ficando desesperada, será se já é depressão profunda? Me ajudem por favor.
Tania
.NÃO TEM CAUSA! .ISSO É O PIOR ,NÃO TEM COMO OU PORQUE MAS ESTA.LA, ESTA PRESTES A MORRER ....AJUDA, NÃO DEIXE O SONHO ACABAR E UMA VIDA SE IR.....
MARIA VANDETE DA SILVA SILVA
minha filha completou onze anos, está fazendo terapia mais agora a psicóloga que a atende entrou de licença maternidade e minha filha teve uma crise a deixou escapar que já pensou algo como tira a vida, fique apavorada, devo ligar para a psicologa e relatar o que houve? estou desesperada
Renata Simões
Meu filho tem 09 anos, não tem amigos. Obs: os pais também não tem amigos, a minha família (esposa - mãe) desunida. quando chamo algum coleguinha para tentar se aproximar e brincar amizade não flui.

Como ajudar um filho com depressão
1 de 7
Como ajudar um filho com depressão

Voltar ao topo da página