Partilhar

Como lidar com vizinhos problemáticos

Por Nicolas Santos. Atualizado: 6 março 2018
Como lidar com vizinhos problemáticos
Imagem: bororo25.com.br

Lidar com vizinhos problemáticos nem sempre é fácil, nem sempre temos paciência e sangue frio para aturar certos inquilinos. No geral, uso vizinhos problemáticos para nomear aqueles vizinhos barulhentos, que muitas vezes não percebem que o seu barulho pode ou chega a incomodar os outros moradores, seja do prédio ou de casas muito próximas; mas também incluímos aqueles que "atrasam a vida" das outras pessoas, deixando lixo no corredor, segurando o elevador ou ocupando mais de uma vaga no estacionamento do prédio.

Neste artigo de umComo traremos um breve manual de como lidar com vizinhos problemáticos dos esteriótipos mais comuns.

Também lhe pode interessar: Como lidar com vizinhos fofoqueiros

Como conversar com o vizinho

Nem sempre o cara-a-cara é o mais recomendado para o momento. Como dissemos, muitas vezes o vizinho nem sabe que está a incomodar, por este mesmo motivo, devemos ser cuidadosos e manter o respeito ao falar com o inquilino, ainda mais quando não temos contato ou convívio com o vizinho.

Comece por escrever uma carta breve e direta, não abuse das palavras, não tome demasiadamente o tempo do vizinho, diga apenas o que incomoda e qual a tua sugestão para que o problema possa ser resolvido. Deixe a carta na caixa de correio e, se não obtiver uma resposta em 5 dias, telefone. Se cair na caixa postal, melhor ainda, desta forma você pode deixar a mensagem sem interrupções, mas não se esqueça de manter a etiqueta. Caso nenhuma das tentativas de contato tenham sucesso, você pode tanto conversar cara-a-cara com o inquilino como levar o teu requerimento ao síndico ou responsável pelo imóvel. De qualquer forma você tentou o contato e não obteve resposta, por isso, está em todo o seu direito.

Agora, antes de mais nada, vamos conferir alguns esteriótipos de vizinhos problemáticos e qual a melhor forma de lidar com cada um deles.

O vizinho mestre-de-obras

Este é clássico. Se o nome não foi suficiente para explicar qual tipo de problema este vizinho causa, digamos que trata-se daquele que é fã das reformas. É aquele tipo que se empenha tanto nas reformas como para perturbar a paz no condomínio. Cimento, tijolo, tinta, argamassa e esquadria.

  • Como lidar: Lidar com este tipo de vizinho problemático não é complicado. Felizmente existem leis, atualmente, que determinam o tipo e a frequência com que as reformas podem ser feitas. No caso dos vizinhos que adoram as reformas, não é recomendado uma conversa diretamente com ele e sim com o síndico do prédio ou condomínio.
Como lidar com vizinhos problemáticos - O vizinho mestre-de-obras

O vizinho músico ou baladeiro

Música é bom, eu gosto de música, mas quando estou num show, num concerto, numa festa ou algo do tipo, não quando estou em casa tentando relaxar. É claro que também conta o fato de muitas vezes o gosto musical do vizinho não ser compatível com o nosso, tal como o volume que consideramos aceitável para se escutar música. O vizinho músico pode ser aquele que possui uma bateria, guitarra, trompete ou qualquer outro instrumento barulhento. É claro que é possível abaixar o volume da guitarra, diferentemente do trompete ou da bateria - a não ser que sejam eletrônicos - mas você já viu um guitarrista? É provável que eles nem saibam que existe a possibilidade de abaixar o som do instrumento, e se sabem, talvez nunca tenham o feito.

Como lidar: Para estes casos, recomendo que você de uma olhada no artigo Como denunciar som alto - Números e recomendações.

É claro que o contato muda para cada tipo de vizinho, se for um baterista por exemplo, ele não terá muita escolha além de isolar a casa acusticamente ou comprar uma bateria eletrônica. No caso do guitarrista, é bom que ele aprenda a funcionalidade do botão do volume. Os baladeiros podem simplesmente utilizar o salão de festas do condomínio, caso ele exista, ou mesmo controlar o volume não só do som mas dos seus convidados também. Nestes casos, dependendo da quantidade de noites que você não dorme, o mais recomendado não seja enviar carta ou telefonar. Tente o contato cara-a-cara ou converse com o síndico.

Confira:

Como lidar com vizinhos problemáticos - O vizinho músico ou baladeiro

O vizinho com problemas familiares

Na casa ao lado é possível escutar as brigas como se eles estivessem no nosso cômodo. Desde brigas de casal à brigas que envolvem a família toda: do pai com o filho, do filho com a irmã, da filha com a mãe e da mãe com o pai. Cada caso é um caso e por isto devemos ser cuidadosos ao lidarmos com eles, vale reproduzir aqui a frase de um escritor russo Tolstoi: "cada família infeliz é infeliz à sua maneira".

Como lidar: Recomendamos o envio de uma carta curta, direta e educada. Caso não tenha resultado, procure os outros moradores de seu prédio e leve a questão à roda para discussão, tentando sempre encontrar uma solução que não invada propriamente a privacidade da família, mas que possa proporcionar descanso aos vizinhos.

O vizinho amante de animais

Os problemas de condomínio ligados à animais representam cerca de 30% dos casos, segundo estimativas. Todo animal tem um dono e este dono muito provavelmente ama o seu animal. Por este motivo, devemos ser cuidadosos mesmo ao tratar de problemas banais com estes animais. Seja o barulho ou o odor do animalzinho, todo problema pode ser resolvido se tivermos calma.

Como lidar: Envie uma carta ou faça uma ligação, lembre-se de ser educado. Para o caso de animais, se não me engano, existem leis ou regras de conduta do próprio condomínio que determinam o limite do tolerável, estas regras estão ao seu favor e você deve usá-las. Caso o problema persista, contate o responsável pelo imóvel.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como lidar com vizinhos problemáticos, recomendamos que entre na nossa categoria de Amizade.

Escrever comentário sobre Como lidar com vizinhos problemáticos

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
aurea
E quando o vizinho é paranóico e implica consigo por tudo e por bnada?

Como lidar com vizinhos problemáticos
Imagem: bororo25.com.br
1 de 3
Como lidar com vizinhos problemáticos

Voltar ao topo da página