Partilhar

Quem são os Gladiadores do Altar

Por Ana Lopes. Atualizado: 16 janeiro 2017
Quem são os Gladiadores do Altar
Imagem: papodeprimata.com.br

Lançado em 2014, o grupo Gladiadores do Altar tem dado o que falar. Não somente por pertencer à Igreja Universal do Reino de Deus, mas por seguir as ideias de um fundamentalismo religioso, onde a Bíblia age autoritariamente sob a fé e sob todas as ações da sociedade regido por um trabalho rigidamente militar. A “Força Jovem Universal” tem preparado rapazes de várias idades para servirem a Deus no Altar. Para saber mais sobre os Gladiadores do Altar, continue a leitura deste artigo presente em umComo.

Também lhe pode interessar: Como são os filhos de Xangô

Os Gladiadores do Altar

O grupo é formado por jovens de até 26 anos, especula-se que já conta com mais de 4 mil integrantes, espalhados por alguns Estados brasileiros e, até mesmo, no exterior. Assim como os militares, eles aparecem com uniformes, marchando e gritando palavras de ordem e batendo continência ao pastor. Mas, as semelhanças com o exército não param por aí: os jovens usam coturnos, calça verde-oliva e camiseta escura, muitas vezes camuflada e são denominados como o Exército de Cristo, além do corte de cabelo ser aquele bem curtinho, conforme exigido nas Forças Armadas.

Segundo seus fundadores, o grupo é formado por jovens com vocação missionária e que estudam a bíblia, mas que nada tem a ver com formação militar. É, basicamente, um grupo para formar pastores e evangelizadores, que farão o “inferno” tremer. Logo, negam estar formando um exército fundamentalista.

Os encontros acontecem uma vez por semana e não duram mais que 45 minutos. São regidos por um bispo ou por um pastor e ocorrem estudos bíblicos durante toda a “aula”.

Os Gladiadores do Altar recebem o Espírito Santo assim que se voluntariam. Se arrependem de seus erros e não voltam a pratica-los mais. Assim, deixam de viver no pecado. Normalmente, os voluntários são pessoas que passaram por situações difíceis, foram acolhidos pela Universal e querem retribuir auxiliando outras pessoas. E, com o seguinte grito de guerra: “Gladiadores! Altar, altar, altar!”, eles vão se disseminando mundo afora, gritando que estão prontos para a “batalha”.

Quem são os Gladiadores do Altar - Os Gladiadores do Altar
Imagem: revistaforum.com.br

As principais críticas sobre os Gladiadores do Altar

A junção do militarismo com a religião não tem agradado grande parte da sociedade. Pois, esse é o principal fundamento de grupos radicais, como o Estado Islâmico e a Al Qaeda - grupos vinculados ao islamismo que obrigam as pessoas a viverem de acordo com as suas interpretações religiosas e torturam e matam aqueles que se recusarem a isso. E não tem como não ligar um grupo ao outro. E o perigo está justamente aí: quando o fanatismo falar mais alto e que eles comecem a matar em nome de Deus, como fazem os integrantes dos grupos islâmicos, no Oriente Médio.

O Ministério Público já abriu investigação para apurar se os Gladiadores do Altar estão praticando intolerância religiosa, principalmente contra religiões afro-brasileiras: umbanda e candomblé, por exemplo, que se sentem ameaçadas pelo Exército de Cristo.

Eles são “doutrinados” para combater o mal. Mas, o que é considerado “mal”? Resta aguardar para compreender qual é o embasamento real e quais são os objetivos palpáveis e as contribuições positivas dos Gladiadores do Altar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quem são os Gladiadores do Altar, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Escrever comentário sobre Quem são os Gladiadores do Altar

O que lhe pareceu o artigo?

Quem são os Gladiadores do Altar
Imagem: papodeprimata.com.br
Imagem: revistaforum.com.br
1 de 2
Quem são os Gladiadores do Altar

Voltar ao topo da página