Quando começar a dar papinha a um bebê

Quando começar a dar papinha a um bebê

Você gostaria de saber se chegou o momento de introduzir papinhas na alimentação do seu bebê? Em umCOMO respondemos à pergunta: "quando começar a dar papinha a um bebê?".

Se você perguntar quando pode dar alimentos sólidos ao seu bebê na consulta com o pediatra, é muito provável que ele diga para esperar até aos 6 meses. Atualmente, esta é a norma que vai de acordo com as indicações da Organização Mundial de Saúde para manter a lactância materna exclusiva até aos 6 meses. A partir daí, o bebé iniciará gradualmente a alimentação complementar, lembrando que o leite materno deve continuar, se possível, a ser a principal (mas não a única) fonte de energia do bebé.

Quando o meu bebé deve começar alimentação com papinha?

A melhor época para iniciar alimentação complementar não depende apenas da idade do seu bebé, mas também do grau de desenvolvimento motor que ele já atingiu.

Para iniciar a alimentação sólida, todos os bebés já devem ser capazes de:

  • Sentar com suporte;
  • Ter bom controlo da cabeça e pescoço;
  • Levantar a cabeça quando deitados de barriga para baixo;
  • Ter o hábito de levar as mãos ou brinquedos à boca;
  • Mostrar interesse em comida abrindo a boca ou mostrar que não querem comida virando a cabeça e fechando a boca.

Por que esperar para começar a dar papinha para o bebé?

A papinha NUNCA deve ser iniciada antes dos 4 meses de vida. Até lá, o melhor e mais completo alimento é o leite materno, podendo ser usada fórmula infantil em casos especiais (sempre sob orientação médica). Inserir a papinha na alimentação do seu bebê pode apresentar consequências severas:

  • Iniciar a papinha demasiado cedo pode fazer com que o bebé não obtenha todos os nutrientes necessários na dose adequada;
  • Aumenta o risco de ter alergias alimentares;
  • Tem risco de engasgamento porque o bebé não tem coordenação motora suficiente para conseguir engolir podendo aspirar comida para os pulmões;
  • Presença do reflexo natural de extrusão (até aos 4 a 5 meses) que fará o bebé rejeitar qualquer coisa que você coloque dentro da sua boca. Isso faz com que a tentativa de colocar uma colher para o alimentar seja um momento muito frustrante para você e para o bebé.
  • Adiar o início da alimentação complementar até aos 5-6 meses diminui as chances de o bebé ter dermatite atópica.

ATENÇÃO: Você não deve adiar o início da alimentação para além dos 6 meses, pois o seu bebé ficará desnutrido e poderá vir a rejeitar alimentação sólida.

Qual a ordem pela qual devo iniciar as papinhas do bebé?

A ordem pela qual você inicia os alimentos ao bebé é indiferente, contando que você não ofereça os alimentos proibidos de que falaremos abaixo. As papinhas preparadas apenas com farinha de arroz ou de aveia são uma excelente primeira opção. Você pode prepará-las com leite materno, fórmula infantil ou água. Inicialmente, estas papinhas devem ser quase líquidas e, mais tarde, mais espessas.

Quais as comidas que devo evitar nas papinhas do bebé?

Alguns alimentos devem ser evitados em todas as crianças com menos de 12 meses:

  • Leite integral de vaca (prefira iogurtes, queijo)
  • Frutos secos
  • Doces (doces de padaria, balas, guloseimas)
  • Mel
  • Sal
  • Açúcar
  • Sucos (incluindo os naturais feitos só de fruta)

Antigamente, existia muita preocupação com o potencial alergênio de outros alimentos como os ovos, amendoins, frutos secos, peixe. Contudo, os estudos mais recentes indicam que a introdução destes alimentos na dieta do bebê após os 6 meses diminui o risco de alergia.

Como posso perceber que o meu bebé é alérgico a certas comidinhas?

Você deve introduzir cada novo alimento em separado para comprovar qual é o responsável, caso haja reação alérgica. Prefira fazer este teste em casa, num ambiente tranquilo, ao invés de um berçário ou restaurante. Esteja alerta para o aparecimento de:

  • Eczema
  • Erupção cutânea
  • Inchaço facial
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Tosse
  • Sibilância
  • Dificuldade respiratória
  • Fraqueza
  • Palidez

Como preparar as papinhas em casa?

Preparar a papinha em casa traz muitas vantagens – alimentos mais frescos, maior variedade, menos custo e a possibilidade de usar alimentos orgânicos sem uso de conservantes. Confira essas dicas para saber como preparar as papinhas de bebê:

  • As primeiras comidinhas devem ter formato de puré e conter um só ingrediente.
  • À medida que o bebé tolerar, você pode misturar 2 ou mais ingredientes e alterar a textura da comida para mais grossa.
  • Misture dois ingredientes de categorias diferentes, por exemplo: carne com vegetais, grãos com fruta, etc.
  • Nunca adicione sal ou açúcar na comida do seu bebé.

Confira como fazer papinha para bebê com mais detalhe nesse artigo.

Que cuidados devo ter com as papinhas comerciais?

Se você não tem oportunidade de preparar papinhas caseiras e tem de optar pelas compradas no supermercado, tenha em conta essas recomendações:

  • Sempre que você abrir um frasquinho de comida, fique atento ao seu armazenamento para evitar que se estrague;
  • Você pode consumir essa papinha num prazo máximo de 2 a 3 dias, verificando na embalagem a instrução do fabricante;
  • Coloque a quantidade pretendida em um bowl e não alimente o bebé diretamente do frasco;
  • Não guarde a comida que resta no bowl.
  • Você pode servir a papinha fria, à temperatura ambiente ou tépida.

Dica: Acesse também esse artigo para saber como dar a papinha a um bebê!

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quando começar a dar papinha a um bebê, recomendamos que entre na nossa categoria de Ser Pai e Mãe.