Partilhar

Qual faculdade devo fazer? Tipos, cursos e rendimento médio

 
Por Yuri Ferreira. 26 julho 2017
Qual faculdade devo fazer? Tipos, cursos e rendimento médio

ENEM, Vestibular, faculdade, cursos, carreiras, mercado, dinheiro, média salarial e mais um monte de palavras com alto peso acabam surgindo no jovem que está na idade de vestibular, que começa geralmente a partir dos dezesseis anos. Geralmente, temos sonhos de carreira e profissões que desejamos seguir para que sejamos felizes. No entanto, a dificuldade de ter certeza sobre aquilo que será nosso meio de vida por um bom tempo. Essa decisão começa a se tornar cada vez mais próxima, angustiante e real quando finalmente temos que preencher os formulários e escolher qual é o curso de graduação que nos trará felicidade. "Qual faculdade devo fazer?" é a pergunta que está na cabeça da maioria dos jovens. Nesse artigo desenvolvido por umCOMO, iremos te ajudar a escolher aquela que te fará mais feliz. Continua a ler para saber mais.

Também lhe pode interessar: Como entrar na faculdade privada

Qual faculdade dá mais dinheiro?

Existem algumas faculdades que com certeza garantirão uma boa grana para quem se formar nelas. Na dúvida, as clássicas - Direito, Engenharia Civil e Medicina - irão com certeza garantir uma renda maior do que oito mil reais por mês depois de alguns anos na área, podendo chegar a muito mais do que isso.

Outras faculdades, como mecatrônica, biomedicina, geofísica, biotecnologia, engenharia de petróleo são áreas que garantirão uma boa carreira e uma grande projeção no futuro. Outra área cotada para ótima remuneração no futuro é a de meio ambiente e cuidados ambientais, especialmente pela crescente pressão para que as empresas e as instituições governamentais criem áreas profissionais para o desenvolvimento sustentável.

Tipos de faculdades que existem

Existem, no nosso país, dois tipos de faculdade: as privadas e as particulares. Cada qual com seus benefícios e malefícios.

As faculdades privadas mais bem conceituadas no nosso país são fundações de grande renome, como a PUC, a Mackenzie, a Fundação Getúlio Vargas e a ESPM. Seus benefícios são a ótima infraestrutura, a boa relação com o mercado de trabalho e também estabilidade, sem possibilidade de greves. No entanto, seus malefícios são os menores recursos para pesquisa científica, além dos altos valores de mensalidade e especialmente em áreas de ciências humanas não incentivar a pesquisa crítica.

As faculdades públicas são aquelas financiadas pelo governo brasileiro. São as universidades federais e estaduais, com a USP, UFRJ, Unicamp, UFES, etc. Essas faculdades são gratuitas, com ingresso por vestibular. Seus benefícios são o ótimo nome no mercado, o alto incentivo à produção científica crítica e a sua gratuidade. No entanto, greves, problemas com os recursos federais e a falta de investimento na infraestrutura podem acabar prejudicando o curso acadêmico do aluno.

Leia nossos artigos Como entrar na faculdade privada e Como entrar na universidade federal para saber mais.

Lista de cursos - faculdade

Só no SISU 2016, mais de 120 cursos foram registrados1. São muitas possibilidades de carreira, e seria impossível listar todas aqui com os merecidos detalhes para explicar para você. No entanto, faremos um panorama geral das áreas do conhecimento aqui que podem ajudar você a dar uma afunilada no seu desejo.

Humanas

As matérias das Ciências Humanas têm como objeto de pesquisa e função social trabalhar com recursos inexatos, provenientes das relações sociais e dos indivíduos do mundo. Ou seja, psicologia, antropologia, história, comunicação e línguas são as principais áreas de conhecimento que são exploradas nos cursos de humanas. Aqui vão alguns cursos dessa área: Direito, Filosofia, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Psicologia, História, Geografia, Cinema, Pedagogia, Ciências Sociais, Antropologia, Letras.

Exatas

Os objetos de estudo das Ciências Exatas são os números e o mundo. Através de cálculos, o conhecimento das Ciências Exatas irão formar o mundo que conhecemos. Física, Química e Matemática são a tríade que irão comandar alguns dos cursos mais exemplares das exatas. Alguns cursos dessa área são: Todas as Engenharias, Matemática, Física, Mecânica, Programação e Ciência da Computação.

Biológicas

As área de biológicas é pouco citada, mas não menos importante no que se refere à realização da produção do conhecimento científico. Elas se referem ao funcionamento do corpo humano e de todos as formas de vida que ocorrem no planeta. É com esse estudo que áreas como a Biomedicina, a Medicina e a Biologia se desenvolvem.

Existem alguns cursos que dialogam com duas áreas, como por exemplo, Economia. Repleta de cálculos, ela também estuda questões sociais e humanas. Farmacologia, por exemplo, integra química e biologia. Isso se dá porque em muitos momentos o conhecimento deve ser interdisciplinar. Nosso artigo Como escolher uma faculdade irá com certeza te ajudar também!

Se pretende ler mais artigos parecidos a Qual faculdade devo fazer? Tipos, cursos e rendimento médio, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário sobre Qual faculdade devo fazer? Tipos, cursos e rendimento médio

O que lhe pareceu o artigo?

Qual faculdade devo fazer? Tipos, cursos e rendimento médio
Qual faculdade devo fazer? Tipos, cursos e rendimento médio

Voltar ao topo da página