Partilhar

Glândulas salivares - funcionamento e o que são

Por Sara Viega. Atualizado: 28 fevereiro 2018
Glândulas salivares - funcionamento e o que são

As glândulas salivares encontradas em diversas espécies biológicas, são glândulas exócrinas do sistema digestivo superior que produzem a saliva e que tem origem na cavidade oral. A saliva é um líquido incolor de consistência aquosa e mucosa, que contém proteínas, glicoproteínas, hidratos de carbono e electrólitos, células epiteliais descamadas e leucócitos. A sua função, entre outras, é ao iniciar a digestão de um alimento umedece-los para facilitar a mastigação e deglutição. As enzimas que ela contém começam a fazer a digestão de hidratos de carbono e de gorduras. Aqui em umComo.com.br explicamos o que são e como funcionam as glândulas salivares.

Também lhe pode interessar: Como é a cavidade bucal

A mucosa bucal

A mucosa da cavidade bucal, língua e palato estão repletos de pequenas glândulas individuais que umedecem as superfícies e lubrificam-nas com secreção de muco.

Estas são as glândulas salivares, além disso existem três glândulas salivares principais: parótida, submandibular e sublingual.

Glândulas salivares - funcionamento e o que são - A mucosa bucal

Glândula parótida

A glândula mais volumosa é a parótida, que se localiza abaixo do arco zigomático, à frente da mastoide e atrás do ramo mandíbula. Relaciona-se com os ramos principais dos nervos faciais. Dentro delas ascende a artéria temporal superficial. A secreção da glândula parótida é serosa (liquido).

O conduto parótido sai do ângulo superior da glândula salivar, cruza o músculo masseter, perfura o músculo bucinador, e abre caminho para o vestíbulo bucal, em frente ao segundo molar superior.

Glândula submandibular

A glândula submandibular da cavidade bocal produz um secreção de saliva mista, serosa e mucosa (viscose), no entanto predomina a saliva serosa. Este localiza-se dentro do ângulo mandibular. O seu canal passa para dentro e para a frente sobre o chão da boca, e abre-se para o lado do freio da língua.

Glândula sublingual

A sublingual da boca é a mais pequena das glândulas salivares. Esta glândula é predominantemente mucosa, e está por baixo da mucosa do chão da boca. A sua secreção faz o fluxo através de vários canais sublinguais separados, que abrem com o sulco sublingual.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Glândulas salivares - funcionamento e o que são, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário sobre Glândulas salivares - funcionamento e o que são

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Usuário anônimo
por que não tem sobre as funções para min escrever na lição de casa !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Glândulas salivares - funcionamento e o que são
1 de 2
Glândulas salivares - funcionamento e o que são

Voltar ao topo da página