Partilhar

Como reconhecer as alucinações

Por Redação umCOMO. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como reconhecer as alucinações

As alucinações são um transtorno psicossensorial, referem-se a uma percepção sensorial mas na ausência do objeto, isto é, sem os estímulos que normalmente o desencadeiam. Isto é, a pessoa realmente experimenta a sensação, por exemplo, que está queimando, no entanto, não há nenhum estímulo (como fogo ou algum elemento quente) que explique sua sensação. A pessoa sente como real esta experiência, a qual se diferencia da ilusão, já que esta última refere-se a uma interpretação distorcida de um estímulo que efetivamente existe. As alucinações podem ser experimentadas através dos diferentes órgãos sensoriais, é assim, que existem alucinações visuais, táteis, olfativas, auditivas, gustativas, do esquema corporal e motrizes. A seguir, apresentaremos, como reconhecer as alucinações

Também lhe pode interessar: As melhores pedras para Touro
Passos a seguir:
1

Alucinação auditiva. Este tipo de alucinação é a que se apresenta com mais frequência. A pessoa "escuta sons ou vozes que provêm do exterior, que estão localizadas no espaço no qual se encontra. Como por exemplo, escuta que o rádio está falando diretamente com ele. Este tipo de alucinações são encontradas na esquizofrenia, na parafrenia e na psicose delirante aguda. A pessoa que sofre dessas alucinações experimenta-as como reais.

2

Alucinação visual. Refere-se às falsas percepções visuais, estas podem ser simples ou complexas. Elas podem se referir a imagens móveis ou imóveis, de tamanho natural, pequenas ou grandes. É comum, nos delírios alcoólicos as zoopsias que são alucinações que se referem às aranhas, víboras, etc. Geralmente, este tipo de alucinações costuma ocorrer em quadros orgânicos, mas podem se apresentar também nos quadros agudos da esquizofrenia e na psicose delirante aguda.

3

Alucinação olfativa e gustativa. A alucinação olfativa implica a percepção de maus cheiros, cheiros raros, como por exemplo, borracha queimada. Este tipo de alucinações têm uma forte tonalidade afetiva e são muito representativas do que está acontecendo com a pessoa. A alucinação olfativa costuma se apresentar juntamente com a alucinação gustativa. Esta última refere-se à percepção de sabores, geralmente refere-se a gostos desagradáveis, os quais têm um alto conteúdo persecutório, como por exemplo, que o querem envenenar. Estes tipos de alucinações costumam se apresentar na esquizofrenia.

4

Alucinação tátil. São aquelas alucinações que se apresentam ao nível da pele, implica a percepção de ser tocado, de ter algo na pele, etc. Este tipo de alucinação é comum nos delírios alcoólicos e na esquizofrenia. A pessoa sente picadas, queimaduras, formigamento. É frequente a sensação de que insetos se arrastam por baixo da pele. Este tipo de alucinações são pouco frequentes em relação às demais.

5

Alucinação do esquema corporal. Refere-se às alucinações da sensibilidade geral e interna. Este tipo de alucinação é característico da esquizofrenia, relacionada com a síndrome de despersonalização. São comuns também as alucinações genitais que se referem a manuseio, violação à distância, entre outras. Podem se referir a todo o corpo ou a algumas partes do mesmo. Por exemplo, pode pensar que tem dois corações, ou que têm uma mão de metal.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como reconhecer as alucinações, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Conselhos
  • Se conhecer alguém que sofra de alucinações, consulte imediatamente um médico especialista.

Escrever comentário sobre Como reconhecer as alucinações

O que lhe pareceu o artigo?

Como reconhecer as alucinações
Como reconhecer as alucinações

Voltar ao topo da página