Partilhar

Como foi a participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial

Por Douglas Felix França. Atualizado: 26 março 2018
Como foi a participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial
Imagem: Wikipedia.org

A Primeira Guerra Mundial ocorreu no início do século XX, entre os anos de 1914 e 1918, envolvendo diversas nações num conflito bélico sem precedentes, ficando conhecida como a Guerra das Guerras. As nações combatentes estavam divididas em dois polos, conhecidos como Impérios Centrais, e Tríplice Entente.

Diversos fatores contribuíram para o embate mundial, como as disputas das colônias africanas e asiáticas pelas grandes nações, como França e o Império Alemão, os reflexos da Revolução Industrial, que conferiu a economia internacional o status de estratégia de dominação, entre outros fatores. Entretanto, o fato considerado como o estopim para a Primeira Grande Guerra foi o assassinato do herdeiro do Império Austro-Húngaro, o arquiduque Francisco Ferdinando, no dia 26 de junho de 1914, em Sarajevo.

Embora modesta, a contribuição brasileira teve o seu lugar na história da Grande Guerra, e em umComo.com.br explicamos-lhe como foi a participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial.

Também lhe pode interessar: Como começou a Primeira Guerra Mundial
Passos a seguir:
1

Em 1914, o Brasil declarou sua neutralidade diante da guerra. Na época, o país não tinha à sua disposição tecnologia bélica ou interesses que amparassem sua participação.

2

A economia brasileira sofreu forte impacto com a Primeira Grande Guerra, devido à diminuição considerável das exportações de café – único produto com volume expressivo de exportação – no período da guerra. A situação se agravou com as sanções impetradas pelo Reino Unido, sob a justificativa que o café – não sendo insumo essencial – deveria dar lugar aos itens considerados indispensáveis.

3

Somente no ano de 1917, três anos após o início da guerra, o Brasil deixou a neutralidade. Abaixo estão listados os fatos que contribuíram para a entrada do Brasil na 1ª Guerra Mundial:

  • Em 5 de abril de 1917 o barco a vapor Paraná teve três tripulantes mortos, devido ao ataque sofrido por um submarino alemão, em águas francesas;
  • Como consequência, o Brasil declarou cessadas suas relações diplomáticas com a outrora denominada Tríplice Aliança – nome que foi descaracterizado após o Reino da Itália romper com o bloco e se aliar à Tríplice Entente;
  • Outras embarcações foram atacadas pela marinha germânica, como o Vapor Lapa (27/07/1917), e o cargueiro Macau (23/10/1917);
  • As notícias dos primeiros ataques suscitarão manifestações que clamavam pela entrada do Brasil na Guerra. Atendendo à intensa pressão popular, o presidente Venceslau Brás declarou guerra aos Impérios Centrais.
Como foi a participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial - Passo 3
Imagem: professormarcianodantas.blogspot.com
4

Como contribuição à Tríplice Entente, o Brasil forneceu esquadras navais, pilotos, e uma missão médica que atuou dando suporte aos Aliados. Coube ainda ao Brasil o patrulhamento militar no Atlântico.

5

Após o término da guerra em 1918, devido sua contribuição, o Brasil teve lugar na Conferência de Paz de Paris, onde conseguiu indenizações de guerra oriundas da incorporação de embarcações alemãs, e com o pagamento de indenizações pelas sacas de café perdidas durante a guerra.

Veja também: Quanto tempo dura uma geração?

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como foi a participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial, recomendamos que entre na nossa categoria de Cultura e Sociedade.

Conselhos
  • O principal resultado da Conferência de Paz de Paris foi o Tratado de Versalhes.
  • O Brasil foi fundador da Liga das Nações.

Escrever comentário sobre Como foi a participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial

O que lhe pareceu o artigo?

Como foi a participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial
Imagem: Wikipedia.org
Imagem: professormarcianodantas.blogspot.com
1 de 2
Como foi a participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial

Voltar ao topo da página