Partilhar

Como é a cavidade bucal

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como é a cavidade bucal

A cavidade bucal está localizada debaixo das fossas nasais e está limitada em cinco de suas seis faces por paredes moles, ou seja, por paredes musculares estriadas. Os elementos contidos na cavidade bucal são: a língua e os dentes. Além disso, anexas à cavidade bucal encontram-se as glândulas salivares maiores: parótida, submandibular e sublingual, onde os canais excretores se abrem. Em umComo explicamos-lhe em detalhe como é a cavidade bucal.

A área anterior da cavidade bucal

Parede anterior da zona bucal, encontra-se formada pelos lábios, dobras cutâneas musculares (músculo orbicular) e mucosas que delimitam entre si a abertura bucal. A pele da beirada livre ou vermelha do lábio é fina, ricamente irrigada e cheia de nervos, permitindo discernir a temperatura e a textura dos alimentos.

Como é a cavidade bucal - A área anterior da cavidade bucal

Área posterior da cavidade bucal

Parede posterior da área bucal ou boca, encontra-se formada pelo palato mole, dobra mucosa e muscular que se insere no palato ósseo ou duro (céu da boca). Apresenta músculos elevadores e depressores do palato mole para permitir que funcione como uma válvula que ordena o trânsito de alimentos e ar para a faringe. A parte anterior ou bucal do palato mole é muito sensível e sua estimulação gera o reflexo de ânsia. Na parte anterior do palato mole estendem-se para baixo os pilares anteriores (palatoglosso) que delimitam entre si o istmo das fauces (entre a cavidades bucal e faríngea), e mais atrás se encontram os pilares posteriores (palatofaríngeos), que delimitam o istmo nasofaríngeo que separa nariz de bucofaringe. De cada lado, entre o pilar anterior e o posterior, localiza-se a amígdala ou tonsila palatina. Na beirada inferior do palato mole encontra-se pendurado um mamilão mucoso chamado úvula.

Como é a cavidade bucal - Área posterior da cavidade bucal

Paredes laterais da cavidade bucal

Paredes laterais da boca, formadas pelas bochechas, constituídas por planos cutâneos musculares (músculo bucinador) e mucosos de fora para dentro. A mucosa é grossa, esbranquiçada e suporta o atrito com as arcadas dentárias durante a mastigação. Na espessura desta parede existe um panículo adiposo muito desenvolvido nos lactantes e nas mulheres.

Área inferior da cavidade bucal

Parede inferior ou assoalho da boca ou cavidade bucal, que se pode ver quando se levanta a língua. Está coberto por uma mucosa muito fina, transparente, que permite observar as estruturas subjacentes; esta mucosa é tão tênue que alguns remédios podem ser administrados por via sublingual para sua absorção. Sobre este assoalho da boca se acomoda a parte livre da língua.

Parede superior da boca

Parede superior, parede dura formada pelo palato ósseo, encontra-se coberta por uma mucosa grossa de tipo mastigatório, que suporta a pressão dos alimentos durante a mastigação assim como temperaturas elevadas. Na área anterior do paladar detecta-se uma série de rugosidades muito características.

A presença das arcadas dentárias superior e inferior separam duas partes na cavidade bucal. Perifericamente em relação às arcadas dentárias, entre estas e as bochechas e os lábios, encontra-se o vestíbulo bucal; buraco que é muito profundo na área anterior. Centralmente em relação às arcadas encontra-se a cavidade bucal propriamente dita, que guarda a língua. Estas duas regiões, vestíbulo e cavidade bucal, se comunicam pelo espaço retromolar, localizado por trás dos últimos molares.

A língua

Língua: órgão constituído por musculatura estriada, coberto por mucosa. A mucosa da face dorsal é muito especializada, coberta por papilas linguais de formas variadas (filiformes, fungiformes, caliciformes), e encontrando nesta superfície receptores gustativos. A língua apresenta uma parte posterior fixa e uma parte anterior móvel que se localiza sobre o assoalho da boca.

Na língua encontra-se um esqueleto osteofibroso, formado por uma lâmina aponeurótica que desde o osso hioide se estende até à ponta da língua. Sobre este esqueleto fixam-se os músculos intrínsecos e extrínsecos dela. A musculatura intrínseca está representada por fibras musculares longitudinais e transversais cuja contração determina mudanças na forma da língua. A musculatura extrínseca é formada por músculos que desde estruturas ao redor como o osso hioide (músculo hioglosso), a mandíbula (músculo genioglosso), o paladar (músculo palatoglosso) e o crânio (músculo estiloglosso) se estendem até à língua; estes músculos são responsáveis pelos movimentos da língua.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como é a cavidade bucal, recomendamos que entre na nossa categoria de Formação.

Escrever comentário sobre Como é a cavidade bucal

O que lhe pareceu o artigo?

Como é a cavidade bucal
1 de 3
Como é a cavidade bucal

Voltar ao topo da página